Teleaula: Brasil na Segunda Guerra

Home » Vídeos » Teleaula: Brasil na Segunda Guerra

Na teleaula O Brasil na 2ª Guerra, você vai estudar a base econômica do Estado Novo e saberá como o governo organizou as relações entre empresários e trabalhadores. Além disso, vai ver que esse regime foi contemporâneo às transformações que levaram o mundo à Segunda Guerra Mundial e como foi a participação do Brasil nesse conflito.

Esta teleaula trata da Era Vargas, momento em que a Força Expedicionária Brasileira (FEB) foi criada. Para ter uma boa noção do contexto histórico em que o país participou da guerra, assim como seus desdobramentos, leia o resumo sobre a Era Vargas.

[youtube id=”9BxwDr_OqAM” width=”600″ height=”350″]

About the Author:

Professor, historiador e blogueiro, já trabalhei em algumas das maiores escolas públicas e particulares de Santa Catarina. Comecei a lecionar em 2001, sempre preocupado com um ensino caracterizado pela criatividade e inserção de novas tecnologias e metodologias variadas em sala de aula.

9 Comments

  1. klaus do iate 31 de julho de 2012 at 9:54

    GV era um visionario e soube entrar do lado certo de uma guerra ( o lado que ganhará) e colheu bons frutos para si e o país. Tb colheu maus frutos para si (redemocratizacao).
    Sou nacionalista reconheço o heroismo da FEB, mas o nosso ppapel principal na 2a GG nao foi atraves de FEB ou FAB. Mas sim quando franqueamos o Rio Grande do Norte aos EUA. Assim : 1) fechamos o Atlantico Sul ao III reich e impossibiliatmos a junção das forças alemãs e japonesas nas Asia, onde o Reich encontraria gente simaptizante e petroleo a dar com pau.2)Possibilitamos a insasao da Europa pela Africa do norte Ocidental. Se esta operação (Storch) nao teve a consequencia esperada já nao foi por culpa de falta de cooperação brasileira. A Storch tanto nao ajudou que os Aliados ainda tiveram que iniciar outro front na Normandia (diaD).

  2. klaus do iate 31 de julho de 2012 at 9:59

    A junção das forças alemãs e japonesas eram mpossibilitadas em tres pontos 1) A frente russa, onde realmente a guerra foi ganha 2) Iran simpatico a ingleses e russos e o Egito com canal de Suez que os ingleses conseguiram segfurar apesar do genio militar Rommel 3) Atlantico sul. Por causa da aliança brasil-EUA. Lembrar que o Reich era dono de todas as colonias africanas francesas ( mais ou menos a metade ocidental da Africa.

  3. klaus do iate 31 de julho de 2012 at 10:01

    A importãncia do diaD é mal entendida tb. O diaD foi importante nao para derrotar a Alemanha do Bigodinho mas para que a Europa continantal de Lisboa aos Urais nao ficasse sob o Bigodão

  4. klaus do iate 31 de julho de 2012 at 10:04

    Se GV nao se aliasse aos Aliados e fosse mais coerente ideologicamente com os Estados totalitarios de direita? Os EUA tomariam o Rio grande do norte e nao se atreveriam e tomar mais territorio brasileiro, mesmo porque só queriam fechar Atlantico sul e ter trampolim para Africa norteocidental. Tomar o RN bastaria

  5. klaus do iate 31 de julho de 2012 at 10:09

    A introdução pesada de algumas caracteristicas culturais americanas em nosso país : jeans, coca-cola e chiclete começam no RN da 2aGG!Ha uma lenda que o brasileirissimo forró foi batizado pelos soldados americanos da base areonaval do RN. Um yankee perguntou como se chamva aequele bate-coxa gostoso e um nordestino disse que a dança era para todos (“for all”) desta conversa de surdos nasceu ainterpretação que o americano chamou o ritmo de forró e o povo da região adotou o nome. Será???

  6. Michel Goulart 31 de julho de 2012 at 11:52

    Lembrar também que o Reich tinha fortes simpatizantes no norte de Santa Catarina, locais de colonização alemã.

  7. Michel Goulart 31 de julho de 2012 at 11:52

    Com certeza, para evitar uma hegemonia comunista na Europa.

  8. Michel Goulart 31 de julho de 2012 at 11:55

    As más línguas dizem que o forró se originou exatamente assim. Também dizem que a palavra terra roxa se originou de uma conversa com italianos no Vale do Paraíba. Os italianos, ao observar a terra avermelhada, teriam dito: “ma che piú bella terra rossa!” Daí, a origem do nome terra roxa.

  9. gabriel eduardo 30 de agosto de 2012 at 21:37

    usei o comentario de klaus iate para o trabalho de escola

Leave A Comment