Resumo: China Antiga

Home » Resumos » Resumo: China Antiga

Neste resumo, você vai conhecer a história da China Antiga, seus imperadores, as poderosas dinastias, as invenções chinesas que mudaram o mundo, a rota da seda e suas antigas construções. Ao terminar de ler o conteúdo, faça o quiz e teste seus conhecimentos.

  • Quiz sobre a China Antiga: Teste seus conhecimentos sobre este assunto com o quiz. Aprenda os principais conceitos desta aula e fique fera nas avaliações.
Resumo-China-Antiga-I

Clique na imagem para ampliar

  • Teleaula: China e Japão Antigos: Você aprenderá que a civilização chinesa começou na desembocadura do rio Amarelo com a escolha de um chefe e que o fundador tradicional do Japão foi Amaterasu.
Resumo-China-Antiga-II

Clique na imagem para ampliar

Resumo-China-Antiga-III

Clique na imagem para ampliar

Resumo-China-Antiga-IV

Clique na imagem para ampliar

Resumo-China-Antiga-V

Clique na imagem para ampliar

Resumo-China-Antiga-VI

Clique na imagem para ampliar

Resumo-China-Antiga-VII

Clique na imagem para ampliar

Resumo-China-Antiga-VIII

Clique na imagem para ampliar

Resumo-China-Antiga-IX

Clique na imagem para ampliar

Resumo-China-Antiga-X

Clique na imagem para ampliar

 

By | 2014-03-06T18:39:51+00:00 7 de agosto de 2011|Categories: Resumos|Tags: , , , |20 Comments

About the Author:

Professor, historiador e blogueiro, já trabalhei em algumas das maiores escolas públicas e particulares de Santa Catarina. Comecei a lecionar em 2001, sempre preocupado com um ensino caracterizado pela criatividade e inserção de novas tecnologias e metodologias variadas em sala de aula.

20 Comments

  1. Klaus do Iate 20 de Março de 2014 at 11:52

    Caramba! Ótimo resumo. Foi até além da China Antiga propriamente dita e chegou a China de hoje.

  2. Klaus do Iate 20 de Março de 2014 at 11:55

    A crença de que sua terra é o Umbigo do Mundo nào é exclusiva dos chineses. Os gregos tinham Delfos, os quichuas(incas) tinham Cuzco e os nativos de Pascoa chamavam sua ilha de Rapanui. Todos termos com a mesma ideia.

  3. Klaus do Iate 20 de Março de 2014 at 12:02

    Kiang é rio em chinês han. Assim Huango e Yangtsé as vezes sao chamados respectivamente de rio Amarelo e rio Azul. O pau realmente come para saber onde surgiu a civilizacao chinesa, mas mesmo que nao se ligue ao vale do Amarelo, certamente ela veio do Oeste. A mitologia (como na Biblia) é capaz de dar nomes e duraçòes de vários lideres semideuses em datas bem recuadas ,mas com confirmaçao historiaca-arqueologica recua-se até uma dinastia chamada Hsia ou Xiá (que significa Ocidental).
    O costume de enterrar gente com o rei morto é sumerio e prosperou quando havia várias “Chinas” (o costume foi abrandado pelo primeiro imperador vide os guerreiros de Xian que nao sao gente de verdade).
    A metalurgia do ferro mais antiga na China é tecnologia vinda da Persia em seculo V aC.
    As bigas vem do Turquestào Chinês para a China prop dita.
    A dinastia Shang, Chou e a dinastia unficadora todas vem do oeste.

  4. Klaus do Iate 20 de Março de 2014 at 12:07

    O reino Qyn no oeste, seu rei, seus primeiros ministros (tiveram seus Bismarcks), sua politica economica e militar lembram muito a Prussia e seu papel na Unficaçao Alemã. O primeiro imperador lembra muito Julio Cesar, muito provocador, enquanto Liu Pang lembra mais Otavianus Augustus, muito conciliador e oportunista e por isto mesmo, menos famoso,mas pai de uma obra mais duradoura.

  5. Klaus do Iate 20 de Março de 2014 at 12:15

    QynShiHuangDi apenas emendou as varias fortificaçoes viradas para a estepe que os varios reinos chineses nortistas já tinham antes da derrota deles para os exercitos de QynShiHuangDi. Ele reinou ao melhor estilo faraó, com algo similar ao direito divino dos reis, mas sem descurar de um forte aparato policial para garantir obediencia. Visando melhor controle padronizou tudo que pode. Unificou as varias moedas e unidades de peso, as larguras das estradas. E para apagar a memorias nacionalistas locais que já tinha havido varias Chinas, fez algo pelo qual é criticado até hoje. Ele apagou os textos que narravam as historias das outros Estados combatentes chineses, exceto a Prussia Chinesa: Qyn e por isto ZongKuo passou a ser tb chamado de China. Com uma grande queima de livros e assassinato de intelectuais ao estilo Hitler.
    Por isto sabemos pouca coisa das outras Chinas.

  6. Klaus do Iate 21 de Março de 2014 at 8:58

    A cultura chinesa pre-historica já tinha algumas caracteristicas da China Han e pos Han. Uma fissura por jade, uma tradiçao divinatoria (I Ching) , os prtotipos de acupuntura ( o mapa dos meridianos completo nasceria por tentativa e erro durante seculos) , a domesticaçao da mariposa da seda, a religião totemista (que aos poucos daria origem no seculo VI aC ao taoismo – quem nao conhece aquela bola rolante de duas cores com dois pinguinhos na bandeira da Coreia do Sul?).
    Os pictogramas-ideogramas com poucas modificaçoes é usado até hoje e possibilita que falantes de vários idiomas (han-mandarim, cantones, …) chineses e nao-chineses (japoneses sao capazes de ler um jornal chines mesmo hoje em dia, porque o kanji é a escrita chinesa com pouca mudança).
    Algumas influências culturais vindas do sul desde a era Shang vem do sul (tecnologia do cobre, plantio do arroz, criaçao do búfalo). O arroz tomou lugar do trigo e do painço pela China especialmente após imperio Han conquistar os reinos vietnamitas Nan-Yueh e Anam.

  7. Klaus do Iate 21 de Março de 2014 at 9:01

    Ainda em periodo pré-escrita os chineses expulsaram da China ou aculturaram outros povos não-chineses. Em Taiwan-Formosa (atual China nacionalista) estavam falantes do tronco austronésio que originaria os polinésios que conquistariam o oceano Pacífico.

  8. Klaus do Iate 21 de Março de 2014 at 9:15

    A enorme China tem uma enorme história. A maior parte do tempo ele esteve unificada, apesar de intervalos de fragmentaçao política. A Primeira Unificaçao historicamente documentada é a realizada por QynShiHuangDi, mas nao está excluído que os mitos estejam certos e que tenha havido outros periodos de unificaçao anteriores. A geografia da China também favorece cantralizaçao política. A China é mais fria e seca e plana no Norte e no Oeste, porem quente e úmida e montanhosa ao sul. Isto é contrabalançado pelos rios Amarelo e Azul , em boa parte navegáveis, garantem as cominicaçoes oeste-leste e ao sistema de canais artificiais construidos já no periodo dos Estados Combatentes, que chegou a interligar Amarelo e Azul, norte ao sul. As grandes planícies e o uso de cavalos possibilitaram muitas estradas, incluindo para fora do império por onde se exportava a seda. A navegaçao marinha só foi realmente estimulada por periodo do dominio mongol (Era Yuan) e um breve reinado da Era Ming, mas com resultados impressionantes ,mas efêmeros. Diante da facilidade geral de transportes, a centralizaçao política foi muito facilitada, porem nao só tropas e produtos transitavam pela China e além dela. Idéias (arte grega, siderurgia persa, cristianismo nestoriano) e doenças (peste negra) também, nos dois sentidos da Eurásia. A centralizaçao política tende a impedir a geraçao de idéias, mas tende a facilitar sua transmissào.

  9. Klaus do Iate 21 de Março de 2014 at 9:19

    Papel, bússola, pólvora, macarrão alcançaram a Europa ocidental vindos da China também. Mas o produto de exportaçao chinesa para Ocidente que alcançavam maior lucro era a seda. Por muito tempo, contrabandistas vindos do oeste tentaram obtar o segredo da seda, até monges bizantinos conseguissem aprendem todo ciclo de produçao e trouxessem ocultos em tocos de bambu, as larvas e as vitais folhas de amoreira, que os bichos comem.

  10. Klaus do Iate 21 de Março de 2014 at 9:21

    Frutas e outros alimentos que hoje parecem tào tipicas do nosso cardápio vieram do subtropical chinês/Indochina/Indonésia: chá preto, pêssego, ameixa,manga, arroz, banana.

  11. Klaus do Iate 21 de Março de 2014 at 9:24

    Num dos relativamente raros períodos de pluralidade política (China dividida), o Norte Chinês ficou sob dominio dos quitanos, as primeiras missoes da Europa ocidental a chegarem à China, a chamavam de Catai, terra dos quitanos,por causa disso, ao invés de chamarem-na pelo nome oficial, Terra do Meio.

  12. Klaus do Iate 21 de Março de 2014 at 9:26

    Como os chineses da Era Han se viam como habitantes da Terra do Meio, era natural que chamassem o Japão de Terra do Leste ou do Sol Nascente: Sipanku. Os japoneses de entao apesar de politicamente indepdendentes eram culturalmente satelites da China e topavam chamar seu país assim.

  13. Klaus do Iate 4 de julho de 2014 at 6:45

    A soja e o kiwi também se espalharam para todo mundo a partir da China.

  14. yan 12 de novembro de 2014 at 7:19

    muito interessante esse site

  15. yan 19 de novembro de 2014 at 7:22

    anotei tudooooooooooooooooooooooooooooooo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  16. yan 19 de novembro de 2014 at 7:22

    eu sou muito top!!

  17. daniel ferreira da silva 31 de Janeiro de 2015 at 10:19

    muito legal

  18. Ellen Melissa 12 de junho de 2016 at 22:39

    posta igual o da india antiga ficou melhor na minha opiniao

  19. mandy 19 de outubro de 2016 at 15:02

    parabéns… o melhor em minha opinião

  20. Maria Luiza 24 de outubro de 2016 at 14:56

    Adorei!!!!!!!!!!! me ajudou bastante no meu trabalho , Obrigada 🙂

Leave A Comment