Neste resumo, você vai conhecer a Guerra de Secessão, os motivos políticos, econômicos e sociais que levaram ao conflito entre o norte e o sul dos Estados Unidos. Ao terminar de ler o conteúdo, faça o quiz e teste seus conhecimentos.

  • Quiz sobre a Guerra de Secessão: Teste seus conhecimentos sobre este assunto com o quiz. Aprenda os principais conceitos desta aula e fique fera nas avaliações.

Antecedentes

A Guerra de Secessão, ou Guerra Civil Americana, foi um conflito envolvendo o norte e o sul dos Estados Unidos, entre 1861 e 1865. Podemos dizer que a guerra ocorreu por diferenças econômicas entre o norte e o sul dos Estados Unidos.

Estas diferenças começaram a se tornar evidentes desde o processo de colonização, se intensificando após a independência, em 1776. O norte dos Estados Unidos tinha clima temperado, economia baseada na indústria e no livre mercado, produção para o mercado interno, trabalho livre, policultura, minifúndio.

O sul dos Estados Unidos, por sua vez, tinha clima tropical, economia baseada na agricultura, produção para a exportação, trabalho escravo, monocultura e latifúndio.

Eleição de Abraham Lincoln

O sul dependia da escravidão como forma de mão-de-obra na lavoura. O norte, por sua vez, desejava o fim da escravidão para aumentar o mercado consumidor, fortalecendo a sua indústria. Além das visíveis diferenças entre a região norte e sul dos Estados Unidos, a eleição de Abraham Lincoln, em 1860, também foi determinante para o início da guerra.

Isto porque Lincoln foi eleito pelo norte e tinha uma postura antiescravagista, ou seja, totalmente oposto aos interesses do sul. Assim, alguns estados do sul resolveram criar um estado independente. Foi o início da guerra.

A guerra

A guerra em si ocorreu porque, enquanto o sul desejava a separação, o norte lutou para manter a unidade do país. O exército do sul se autodenominava Confederados, enquanto o exército do norte era conhecido como Ianques.

Considera-se que a vitória do norte ocorreu, entre outros motivos, devido à superioridade da tecnologia bélica e a libertação dos escravos, que desestabilizou as tropas do sul. É considerada a primeira guerra moderna, utilizando blindados, trincheiras, ferrovias e até metralhadoras. A guerra deixou um saldo de, aproximadamente, 600 mil mortos.

Consequências

Podemos destacar algumas consequências importantes desta guerra. A escravidão foi abolida, em 1863, nos Estados Unidos, o que intensificou a campanha abolicionista em outros países, como o Brasil.

Foi criada a Ku-Klux-Klan, em 1867, uma seita racista criada por fazendeiros do sul, e que existe até hoje. Iniciou-se um processo de industrialização dos Estados Unidos, o que possibilitou sua posterior transformação em potência mundial, dentro e fora da América.