Home/Resumos/Resumo: Período Napoleônico

Resumo: Período Napoleônico

maio 30th, 2010|Resumos|45 Comments


Neste resumo, você vai conhecer o período napoleônico, ou seja, o período em que o general Napoleão Bonaparte governou a França. Você vai aprender o que ocorreu durante o seu governo. Ao terminar de ler o conteúdo, faça o quiz e teste seus conhecimentos.

Antecedentes

A Revolução Francesa representou uma grande vitória da burguesia e pôs fim ao regime absolutista. O governo do Diretório marcou o fim da revolução. Para consolidar o poder dos burgueses, os membros do Diretório indicaram Napoleão Bonaparte – um representante da burguesia – como governante da França.

De 1799 a 1815, toda a história da França e mesmo da Europa foi dominada pela forte personalidade de Napoleão Bonaparte. Bonaparte nasceu na ilha de Córsega, em 1769. Além de ter sido um grande general, conquistava a lealdade de seus soldados com promessas de glória e riquezas.

O governo napoleônico na França é dividido em três fases: Consulado, Império e Governo dos Cem Dias.

Consulado

O Consulado, que durou de 1799 a 1804, marca o início do poder de Napoleão Bonaparte na França. Apoiado pela burguesia, ele derrubou o Diretório através do chamado Golpe de 18 Brumário. Napoleão se tornou primeiro-cônsul, instituindo uma série de medidas na França, como a censura da imprensa, criação do Banco da França, estreitamento das relações com a Igreja Católica, entre outras.

Criou também o Código Civil Napoleônico, que permitiu o casamento civil, respeito à propriedade privada, direito à liberdade individual e igualdade de todos perante a lei. Além disso, o código – que garantia as conquistas da burguesia – proibia os sindicatos de trabalhadores e manifestações sindicais, como greves e paralizações.

Império

Através de um plebiscito, Napoleão se tornou imperador da França, sob o título de Napoleão I. O Império durou de 1804 a 1815. Neste período, Napoleão tentou conquistar grande parte da Europa. Paralelamente, levantou monumentos de exaltação, como o Arco do Triunfo, em Paris.

A Inglaterra, temendo a supremacia francesa, se opôs ao domínio napoleônico. Em contrapartida, a França invadiu a Inglaterra em 1805, na chamada Batalha de Trafalgar. Como a marinha inglesa era superior à francesa, Napoleão foi derrotado. Inconformado e humilhado com a derrota, decretou o chamado Bloqueio Continental.

Bloqueio Continental

O Bloqueio Continental declarava que todos os países europeus deveriam fechar os seus portos para os produtos industriais da Inglaterra. O objetivo era enfraquecer a economia inglesa, em processo de crescimento devido a Revolução Industrial. Com a economia enfraquecida, Napoleão calculava dominar a Inglaterra mais facilmente.

Portugal, por ser um antigo aliado da Inglaterra, desobedeceu ao bloqueio. Napoleão logo acionou suas tropas para invadir o reino português. Temendo a perda de seu poder, o rei de Portugal, D. João VI, fugiu com aproximadamente 15 mil componentes da família real portuguesa, vindo para o Brasil.

Este fato é conhecido como Vinda da Família Real Portuguesa, e foi um dos fatores que possibilitou o processo de independência do Brasil, em 1822.

Campanha da Rússia

A Rússia também desafiou o poder de Napoleão, desobedecendo o bloqueio. Foi invadida pelas tropas de Napoleão, na chamada Campanha da Rússia, em 1812. As tropas napoleônicas foram surpreendidas pelo forte inverno russo e pela estratégia da terra arrasada, que deixou as tropas sem água e mantimentos.

Isto fez com que Napoleão sofresse uma grande derrota, tendo seu exército se reduzido a apenas 2% do contingente total. Esta derrota, aliada a outros conflitos, acabou levando Napoleão a abdicar do trono, em 1814, pelo Tratado de Fontainebleau. O general, então, foi exilado na ilha de Elba, próxima à Itália.

Governo dos 100 dias

Os inimigos de Napoleão foram surpreendidos com sua fuga da ilha de Elba, em 1815. Com uma forte base aliada, Napoleão conseguiu retomar o poder na França, em um período conhecido como governo dos 100 dias.

Assim, seu último governo teve um curto período. No mesmo ano, ele foi derrotado por ingleses e prussianos na chamada Batalha de Waterloo. Napoleão, então, foi preso e exilado na Ilha de Santa Helena, no litoral africano, onde morreu em 1821.

Congresso de Viena

Após o fim do império de Napoleão, os representantes dos países vencedores se reuniram em Viena, na Áustria, em 1815. O objetivo do Congresso de Viena foi discutir formas de redesenhar o mapa da Europa, devolvendo os territórios dominados por Napoleão.

O congresso também desejava manter ou restaurar as monarquias absolutistas e deter os movimentos de independência na América. Além disso, foi criada a Santa Aliança, com o objetivo de impedir novas manifestações contra o antigo regime e a disseminação dos princípios da Revolução Francesa.

45 Comments

  1. Henrique 4 de agosto de 2009 at 18:53 - Reply

    Baixei! É um assunto muito importante.

  2. Gean 12 de agosto de 2009 at 21:19 - Reply

    O Napoleão foi um genio em estrategia. Mas em sua ultima batalha não usou sua genealidade.
    Faltou pouco para sua vitoria.
    E pena que o jogo é ingles, pois até que é legal mas não sou muito fão de ingles.

  3. Sandy 13 de agosto de 2009 at 15:36 - Reply

    Nossa Michel, esses resumos sao otimos , estao me ajudando muito a aprender…
    Obrigada por proporcionar isso para a galera!
    :* Sandy

  4. Prof_Michel 13 de agosto de 2009 at 16:56 - Reply

    Valeu, Sandy, este comentário anima a oferecer cada vez mais recursos para o pessoal. Um grande beijo!

  5. cissa 20 de agosto de 2009 at 17:17 - Reply

    Muito bom mesmo o resumo, ótimo pras provas, parabens Michel :D

  6. Laurent 20 de agosto de 2009 at 17:42 - Reply

    Michel,gostei muito destes resumos,estão ajudando bastante!!

    Brigadão ^^

  7. Sabia 26 de agosto de 2009 at 22:16 - Reply

    Saudade de estudar sobre este assunto :D

  8. Ricardo de Bem 17 de novembro de 2009 at 12:45 - Reply

    Essa matéria vai ser nossa ano que vem né?

  9. Prof_Michel 17 de novembro de 2009 at 16:51 - Reply

    Exatamente, pode preparar a farda e a baioneta ;)

  10. ??k??? 23 de outubro de 2010 at 18:20 - Reply

    Quero casar cntg Michel! hahahaha nossa esse resumo me vez entender super bem o conteúdo!

  11. ??k??? 23 de outubro de 2010 at 18:26 - Reply

    Show de bola! Nossa sei tudo agora, e é difícil de entrar alguma coisa na minha cabeça! Hahahaaha Quer casar comigo Michel?!! hahaaha

  12. Prof_Michel 23 de outubro de 2010 at 23:34 - Reply

    É um pedido formal, Likaaa? hehehe

  13. Daanoni 10 de fevereiro de 2011 at 10:04 - Reply

    Valew Cara, este podcasts me ajudou muitoo, na minha matéria de dependência :D
    e Continue assim Cara, Ajudando os "SEUS ALUNOS VIRTUALMENTE"

    E tudo de bom pra ti, e desejo-lhe tudo em dobro!

    Obrigadooo !

  14. Prof_Michel 10 de fevereiro de 2011 at 10:12 - Reply

    É isso aí, garoto!

  15. Andry 8 de março de 2011 at 16:49 - Reply

    Muito bom esse resumo inclusive até imprimi para servi de complemento para a prova.E tem absolutamente TUDO o que a professora fala em sala de aula.Muito obrigado
    Beijos.

  16. Prof_Michel 8 de março de 2011 at 18:13 - Reply

    Muito bom, Andry. Vai fundo e sucesso em seus estudos! Abs

  17. Claudio Moreira Pereira Júnior 7 de maio de 2011 at 19:56 - Reply

    Parte muito importante da História Conteporanea 'D

  18. Thiago Pimentel 10 de abril de 2012 at 2:07 - Reply

    O resumo está indisponível..

  19. Vitória Régia 10 de maio de 2012 at 14:47 - Reply

    Professor, estou em ano de vestibular e seus resumos estão me ajudando muito a entender história.
    Muito obrigada e continue assim!

    • Michel Goulart 10 de maio de 2012 at 16:12 - Reply

      Vitória, você vai fazer vestiba para qual Universidade?

  20. Anne Karollyny 11 de junho de 2012 at 16:01 - Reply

    Os resumos são maravilhosos e me auxiliam muito para estudar para o vestibular. Porém este resumo está indisponível para download

    • Michel Goulart 11 de junho de 2012 at 16:06 - Reply

      Anne, todos os resumos estão disponíveis para download. É só clicar em “View on slideshare”.

  21. Lucas 19 de junho de 2012 at 17:30 - Reply

    Me ajudaram mto

  22. Luma Fercondini 11 de julho de 2012 at 16:41 - Reply

    Viciada nesse site :)
    BOOOM DEMAIIS

  23. Mariana 14 de agosto de 2012 at 18:52 - Reply

    Maravilhoso os slides. Queria mais exercícios! BRIGADÃO!

    • Michel Goulart 14 de agosto de 2012 at 19:25 - Reply

      Dá pra fazer muita coisa com o quiz, Mariana. Dê uma verificada!

  24. marcele 22 de março de 2013 at 16:43 - Reply

    Amei os slides, tudo muito bem explicado, mas gostaria de saber se haveria a possibilidade de postar uma aula sobre revolução de 1830 e de 1848. Obrigada por tudo!

  25. Klaus do iate 11 de abril de 2013 at 23:33 - Reply

    Mas a França não invadiu a Inglaterra. Tentou invadir, mas as marinhas se chocaram em Trafalgar, costa sul da Espanha, bem longe da Inglaterra. Aí que o Napa decide então vencer a Inglaterra por bloqueio. Na verdade foi a Europa Continental quem ficou bloqueada. A Inglaterra tinha o controle do mar e uma industria com tradição maior, portanto foi vender seus produtos para a America Latina, incluindo revoluções anti-espanholas, ideias abolicionistas.Enquanto o resto da Europa teve que se contentar com produtos de menos tradição da recem-nascida revolução industrial francesa. O mercado consumidor da elite russa não “guentou” isto e pressionou o czar a furar o bloqueio. A diplomacia inglesa também estimulou Portugal a furar o bloqueio, acenando com abatimento de dívidas antigas.

  26. Klaus do iate 11 de abril de 2013 at 23:37 - Reply

    O furo do bloqueio causado pelos russos era inadimissivel, toda autoridade duramente conquistada seria contestada em outros pontos da Europa por muito menos. A reação de Napoleão era plenamente previsivel. A batalha de Trafalgar definiu muita coisa. Mas o bloqueio continental ainda poderia ter dado certo, se Napoleão vencesse na Russia.

  27. Klaus do iate 11 de abril de 2013 at 23:40 - Reply

    Napoleão tinha planos para a America também. Mas a grande resistencia do Haiti (pelos grandes lideres negros e pelo Aedes egypti) e a perda em Trafalgar mudou seus planos radicalmente e ele vendeu aos EUA a preço de banana, imensa Luisiânia, antes que ela fosse tomada na mão grande por ingleses ou mesmo pelos EUA.

  28. Klaus do iate 11 de abril de 2013 at 23:53 - Reply

    O Haiti foi o primeiro país da América Latina a conquistar a Independência e a Abolição da escravatura. Apesar deste início promissor sofreu com um bloqueio economico pelos seus antigos aliados na luta contra a França. Todos temiam um país onde escravos puniam seus senhores brancos. A radicalização dos haitianos foi apenas uma reação ao decreto napoleônico que anulava um dos 3 preceitos sagrados da rev Francesa, abolindo a abolição da escravidão!
    Depois uma serie de ditadores, um pessimo gerenciamento de recursos ambientais e terremotos resultaram no atual Haiti, num muito discutido subimperialismo brasileiro ( O Brasil está lá a pedido da ONU e não ganha nada com isto) e uma emigração maciça de haitianos para a Amazônia brasileira!

  29. joao 5 de junho de 2013 at 18:37 - Reply

    a minha professora passa esses resumos na losa para nos copiarmos, porem ela receitou esse site para nos estudarmos, pois havia ótimos resumos kkkkkkkkkk

  30. Natiele 12 de agosto de 2013 at 19:30 - Reply

    Muito interessante esse site, mas não consegui baixar os slides, mas vlw!

  31. beatriz 27 de agosto de 2013 at 19:59 - Reply

    nossa muito legal gostei de mais! parabens que foi que criou!

  32. Thaís 16 de julho de 2014 at 15:37 - Reply

    Não encontrei nos meus livros de História algo que falasse sobre o Congresso de Viena e a Santa Aliança e esse resumo me ajudou muito. Esse assunto é muito importante para Enem e vestibulares, achei estranho não ter nos livros. Já faz um tempo que acompanho o seu site, é o primeiro que me vem à mente quando estou com dúvidas em História. Obrigada, Michel, com certeza você vai contribuir, e muito, para a minha aprovação.

  33. Gilmar 13 de abril de 2015 at 19:14 - Reply

    Opa!! Sempre é bom reforça nosso conhecimentos, isso nos faz interagir mais, sobre a história.

  34. Nelio L Santos 13 de abril de 2015 at 20:19 - Reply

    Assunto de grande relevância historiográfica, fundamental para entender o contexto europeu atual.

  35. Marcelo Bedoni 3 de agosto de 2015 at 22:32 - Reply

    Muito bom!

  36. Gabriela Torres 21 de maio de 2016 at 13:51 - Reply

    muito bom,fez eu tirar 10 na minha prova

    • Gabriela Torres 21 de maio de 2016 at 13:52 - Reply
  37. gabriel 9 de junho de 2016 at 17:31 - Reply

    Esse resumo vai me ajudar a tirar 10 na prova de historia

  38. Marco Aurélio 8 de junho de 2017 at 15:42 - Reply

    Claro conserteza

  39. Marco Aurélio 8 de junho de 2017 at 15:45 - Reply

    Me amarro nesse site mec zada

Leave A Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.