Home/Curiosidades/30 instrumentos de tortura medievais

30 instrumentos de tortura medievais

Abril 7th, 2010|Curiosidades|256 Comments


Estudar História é mais do que discutir fatos, datas ou analisar as grandes ou pequenas biografias. Estudar História é também lidar com um tema bastante delicado: o fato de que o homem é um ser contraditório, capaz de atos de grande sensibilidade e compaixão, mas que também manifesta, muitas vezes, grande capacidade para fazer o mal.

Esta lista vai mostrar instrumentos que eram utilizados para provocar o medo, infligir a dor, ou até causar a morte. Todos as peças são originais! Portanto, aos que ainda não conhecem ou não viram os instrumentos de tortura e execução abaixo, aconselho cautela! Aos que se sentem ofendidos, agredidos ou abalados com os instrumentos abaixo, sugiro que ignorem este post.

1- Roda Alta

Foto de uma roda alta fixada na madeira utilizada como tortura

A roda alta era reservada aos criminosos responsáveis por delitos contra a ordem pública. Era um suplício duplo: o réu era colocado nu, deitado no chão, com os pés e as mãos fixados em anéis de ferro. Sob seus ombros, cotovelos, joelhos e tornozelos, eram colocados robustos pedaços de madeira. Então, o carrasco, com a roda, despedaçava-lhe todos os ossos, esmagando as juntas, mas evitando ferimentos mortais. Na segunda parte, o corpo da vítima era dobrado sobre si mesmo e colocado em cima de uma roda de carroça, sobre uma estaca, e ali deixado por vários dias até morrer.

2- Viola das Comadres

Foto de coleira de madeira usada como tortura

A viola das comadres existia em vários modelos, mas a sua destinação era sempre a mesma: era usado no confronto daquelas senhoras que tivessem feito um escândalo ou dito fofocas. Outras variações deste instrumentos punitivo, eram reservadas às mulheres que se batiam em público (neste caso eram fechadas em uma única viola e obrigadas a “conviver” por um dia inteiro), além das moças que engravidassem antes de se casar. Neste caso, eram usadas as “tranças de palha”, que as infames eram obrigadas a usar na frente das portas das principais igrejas, nos dias de festa.

3- Açoite

Foto de açoite usado em tortura

O açoite é um castigo conhecido e utilizado desde os tempos mais remotos. No período medieval, era reservado principalmente aos vagabundos e mendicantes, mas não eram excluídas as mulheres infieis ou consideradas despudoradas. No período medieval, era usado o flagelo em forma de estrela, aqui apresentado como açoite de ferro. Havia também outro modelo conhecido como “gato de nove rabos”, de efeito atroz. Este, de fato, servia para tirar a pele das costas e do abdômen e, para aumentar o seu efeito, as cordas eram banhadas em uma solução de salmoura.

4- Cavalete

Foto de cavalete usado como tortura

No cavalete, o condenado era colocado deitado com as costas sobre o bloco de madeira com a borda cortante, as mãos fixadas em dois furos e os pés em anéis de ferro. Nesta posição, era procedido o suplício da água. O carrasco, mantendo fechadas as narinas da vítima, introduzia na sua boca uma enorme quantidade de água: dada a posição, o infeliz corria o risco de sufocar, mas o pior era quando o carrasco e os seus ajudantes pulavam sobre o ventre, provocando a saída da água, então, se repetia a operação, até ao rompimento de vasos sanguíneos internos, com uma inevitável hemorragia.

5- Berlinda

Foto de berlinda de madeira utilizada para prender cabeça e mãos

A berlinda existia nos locais de mercado e feiras, ou na entrada das cidades. Era um instrumento considerado obrigatório na Idade Média, em quase todas as regiões da Europa. Este e outros instrumentos, fazem parte de uma série de punições corporais, que deviam constituir um exemplo para os outros. Era reservada aos mentirosos, ladrões, beberrões e às mulheres briguentas. Era um castigo considerado leve, mas quase sempre a pena virava suplício e tortura quando a vítima (pescoço e braços imobilizados na trave) levava comumente tapas e/ou era insultada pelo povo.

6- Algemas

Foto de algemas para mãos

As algemas da época dos antigos egípcios, eram instrumentos utilizados para agrilhoar escravos e condenados. As de madeira, serviam para a transferência de prisioneiros, impedindo, assim, que fugissem. As de ferro, além do uso acima, eram também utilizadas para pendurar as vítimas nos muros das prisões, criando condições de imobilidade que levavam, muitas vezes, à loucura.

7- Balcão de Estiramento

Foto de balcão de madeira utilizado para tortura de estiramento

O suplício do balcão de estiramento, era utilizado comumente já no tempo dos egípcios e babilônios. A vítima era colocada deitada sobre um banco e tinha os pés fixados em dois anéis. Os braços eram puxados para trás e presos com uma corda acionada por uma alavanca. Assim começava o estiramento que, imediatamente, deslocava os ombros e as articulações do condenado, seguido pelo desmembramento da coluna vertebral e, então, pelo rompimento dos músculos e articulações. Antes desses efeitos mortais, porém, o corpo se alongava até trinta centímetros.

8- O Despertador

Foto de cavalete de madeira usado em tortura no ânus

O despertador foi idealizado pelo italiano Ippolito Marsili, e deveria marcar uma mudança decisiva na história da tortura. Seria um sistema capaz de obter confissões, sem infligir crueldade ao corpo humano. Não se quebrava nenhum osso. Consistia o aparelho em deixar o condenado acordado o maior espaço de tempo possível. Definido no início como tortura não cruel, diante da Inquisição teve muitas variações, até chegar ao procedimento absurdo de se amarrar as vítimas, suspendê-las e deixá-las cair com todo o peso do corpo contra o ânus e as partes sexuais mais sensíveis.

9- Esmaga-Seios

Foto de tesoura de metal usada em tortura no seio

No século XV, as bruxas e a magia estavam em evidência. As crenças populares nesse campo eram tão enraizadas, que foi muito ativo o comércio do “óleo santo”, cinzas, sangue de morcego e similares. Então, as bruxas e os bruxos passaram a ser considerados “hereges”. O esmaga-seios, aquecido em brasa, fazia parte dos instrumentos empregados contra as bruxas. Na Franca e na Alemanha, esse instrumento tinha o nome de tarântula, ou aranha espanhola. Com ele se despedaçava o peito das meninas-mães ou das culpadas de aborto voluntário.

10- Guilhotina

Foto de uma guilhotina de madeira, para tortura no pescoço

A Revolução Francesa apagou os rastros da tortura, mas deixou de pé o patíbulo. O inventor da guilhotina foi o filantropo Dr. Ignace Guillotin. A Assembléia sancionou uma lei, em 3 de julho de 1791, pela qual “todas as pessoas condenadas à morte terão a cabeça cortada”. Um ano depois, iniciou-se a utilização da guilhotina. Depois de diversas experiências com cadáveres, morreu decapitado o condenado por nome Nícola Pelletieri, e o carrasco foi Charles Sansom, o mesmo que, em seguida, decapitaria o rei da França, Luis XVI.

11- Empalador

Foto de madeira utilizada na tortura da empalação

A tortura do empalador está entre os suplícios mais ferozes e bárbaros.  Provavelmente é através dos turcos que sua triste utilização difundiu-se na Europa Medieval. Era uma punição geralmente imposta aos prisioneiros capturados com armas nas mãos. As vítimas eram, primeiramente, desnudadas e, então, literalmente enfiadas de baixo para cima numa estaca pontiaguda. Em similiar posição, eram deixadas sobre os muros aos castelos invadidos, ou em frente às fortalezas assediadas. Atroz era a agonia dos infelizes que sobreviviam por diversos dias até a morte por hemorragia.

12- Cócegas Espanholas

Foto de instrumento de ferro usado para provocar dor

Similar a um garfo encurvado, as cócegas espanholas eram usadas para fazer “cócegas” no inquirido, em todas as partes do seu corpo. O instrumento acaba deixando marcas permanentes no corpo do torturado. Era usado na Península Ibérica, de 1300 a 1700. Servia, também, para arrastar as vítimas em frente aos tribunais, sem tocá-los com as mãos. Grande parte dos prisioneiros eram sujos, com doenças e infecções.

13- Esmaga-Polegar

Foto de instrumento de ferro usado para tortura no polegar

O esmaga-polegar era um instrumento usado como alternativa às principais torturas, ou um tipo de amedontramento, antes de começarem as próprias. O acusado sofria a mutilação do polegar simplesmente com o aperto do parafuso. Usado na Alemanha e na Itália do Norte entre 1300 e 1700, esse método muito doloroso servia para obter delações, informações ou confissões de delitos, muitas vezes não cometidos.

14- Roda do Despedaçamento

Foto de roda de madeira usado na tortura do despedaçamento do corpo

A roda do despedaçamento produzia um sistema de morte horrível. O réu era amarrado com as costas na parte externa da roda. Sob ela colocavam-se brasas, e o carrasco, girando a roda cheia de pontas, fazia com que o condenado morresse praticamente assado. Em outros casos, no lugar de brasas se colocavam instrumentos pontudos, de maneira que o corpo ia sendo dilacerado à medida que se movimentava a roda. Esteve em uso na Inglaterra, Holanda e Alemanha, no período de 1100 a 1700.

15- Esmaga-Joelhos

Foto de instrumento de ferro usado em tortura do joelho

O esmaga-joelhos era colocado na perna da vítima, na altura do joelho, e apertado até que as pontas penetrassem na carne, estraçalhando a rótula. O exercício era repetido várias vezes, o que causava inutilização permanente da perna. Era uma tortura aplicada na Ásia, principalmente no Sião, até o século XIX. Era utilizada contra ladrões e estelionatários. Para os assassinos, depois da tontura, vinha a morte por decapitação.

16- Empalador ao Contrário

Foto de empalador usado em tortura

O empalador ao contrário é considerado ainda pior do que o empalador original. Foi usado pelos turcos de “Solimão, o Magnífico”, na conquista da Europa Oriental. Foi usado, também, na Iugoslávia, Romênia, Hungria e Bulgária. A morte era terrificante e lenta, porque não chegava até que a estaca atingisse a garganta, porquanto o sangramento (uma vez que a vítima estava de cabeça para baixo) era muito lento.

17- Serrote

Foto de serrote usado como tortura

O serrote era um instrumento de execução. O condenado era suspenso pelos pés e, então, o carrasco iniciava a operação de serrá-lo de cima para baixo. O motivo desta posição era assegurar uma oxigenação do cérebro e impedir que o sangramento fosse muito forte e rápido. Assim, a vítima não perdia a consciência até que o serrote chegasse no umbigo. A esta morte cruel foram condenados todos os oficiais franceses capturados pelos espanhóis na campanha de Napoleão pela conquista da Península Ibérica, em 1807. No final da guerra, a vingança francesa foi muito brutal.

18- Forquilha do Herege

Foto de colar usado como tortura em hereges

Ao herege era reservado um tratamento diferente daquele dado aos condenados comuns, visto que o objetivo da penitência era a sua alma, ainda que no momento da morte. A Inquisição espanhola representava a fase aguda do processo acusatório contra as heresias. A forquilha do herege era colocada no tórax e embaixo do queixo do condenado, e com uma cinta de couro era apertada contra o pescoço, fazendo com que as pontas penetrassem na carne. Não era usada para obter confissões, mas como uma penitência empregada antes da execução do condenado.

19- Cadeira Inquisitória Menor

Foto de cadeira inquisitoria pequena usada em torturas

A cadeira inquisitória menor era usada na Europa Central, especialmente em Nuremberg e em Fegensburg, até 1846, durante os procedimentos judiciais. O inquirido apoiava todo o seu peso sobre o assento, que era colocado em posição inclinada para a frente. Com o passar das horas, a posição incômoda tornava-se muito dolorosa, pelo efeito das agulhas nos braços e nas costas. Em outras variações, a cadeira, muitas vezes de ferro, podia ser aquecida – sobre cujas pontas incandescentes tinha de sentar o condenado.

20- O Machado

Foto de machado antigo usado em tortura

O machado talvez seja o mais antigo instrumento de suplício capital. É conhecido em todos as partes do mundo. A execução pelo machado era reservada aos condenados nobres, enquanto os plebeus eram supliciados por instrumentos que comportavam longas agonias antes da morte. Pelo machado foi decapitado Jacques D’armagnac, duque de Nemours, condenado em 1477 pelo Parlamento por crime de lesa-majestade, em Paris. Os filhos dele foram condenados a ficar sob o palco de execução para serem banhados pelo sangue do pai.

21- Virgem de Nuremberg

Foto de caixão metálico em formato humano usado em tortura

A ideia de se mecanizar a tortura nasceu na Alemanha, e ali originou-se a virgem de Nuremberg. Foi chamada assim porque o seu protótipo foi construído no subterrâneo do tribunal daquela cidade. A primeira execução de que se tem notícia foi realizada em 1515. Diz-se que a pena foi aplicada a um falsário que permaneceu no interior da Virgem entre espasmos atrozes durante três dias. As lâminas eram móveis e postas em posição tal que não podiam matar imediatamente o condenado. Somente o feria gravemente, fazendo com que morresse de hemorragia.

22- Cadeira Inquisitória

Foto de cadeira inquisitória maior cheia de pontas, usada em tortura

A cadeira inquisitória era instrumento essencial em interrogatórios na Europa Central, especialmente em Nuremberg, até o ano 1846. O réu sentava-se nu, e, com o mínimo movimento, as agulhas penetravam-lhe o corpo, provocando efeitos terríveis. Em outras versões, a cadeira apresentava assento de ferro, que podia ser aquecido até ficar em brasa. A cadeira do retrato foi encontrada no castelo San Leo, na Itália. Nele morreu o célebre mago Cagliostro, que conquistou todas as cortes da Europa. A cadeira tem 1.606 pontas de madeira e 23 de ferro.

23- Cinto de Castidade

Foto de cinto de castidade masculino, usado em tortura

O cinto de castidade masculino é menos famosos do que o feminino, e era usado por servos que serviam nos castelos. Servia para impedir estupros, os quais podiam ter, como alvo, não só as mulheres em geral, moradoras dos castelos, como também as esposas das senhoras feudais. Foi muito usado na baixa Idade Média, época da decadência da nobreza, na Itália, França e Península Ibérica.

24- Garrote

Foto de garrote para sufocar, usado em tortura

O garrote foi instrumento de pena capital usado na Espanha até a morte de Franco. A última execução foi em 1975. O instrumento servia para estrangulamento dos condenados e era “o golpe de misericórdia” para os condenados à fogueira. Os católicos que pediam para morrer alcançavam o privilégio de serem sufocados primeiro. Os que declaravam querer morrer pelo judaísmo ou por outra religião eram conduzidos vivos à fogueira. No garrote, a vítima sentava-se de costas no banquinho de madeira, com o pescoço encostado ao poste. Uma presilha e um parafuso sufocavam-no.

25- Açoite de Ferro

Foto de açoite de ferro - flagelo - usado em tortura

O açoite de ferro era utilizado em sessões de tortura, desde o período romano, sob o nome de flagelo. Também era utilizado na guerra. Na Idade Média, os cavaleiros, com esta arma, golpeavam os cavalos adversários ou procuravam desarmar da espada os outros cavaleiros. No final da batalha, esta bola de ferro era usada para matar inimigos feridos. Juntamente com a espada e a lança, usavam-na também nos torneios.

26- Flauta do Bagunceiro

Foto de instrumento parecido com flauta, usado em tortura

A flauta do bagunceiro era um instrumento de ferro, de provável origem holandesa, conhecido já no século XVII, segundo representações de algumas gravuras da época. Não propriamente um objeto de tortura, mas usado nesse sentido para expor os culpados de reatos menores (brigas, pertubarção da ordem, blasfêmias, etc.) à zombaria pública. Era, além disso, usado por aqueles que atrapalhavam as funções religiosas e até mesmo para punir músicos em más execuções.

27- Apetrechos de Mutilação

Foto de apetrechos utilizados em mutilação e tortura

Os apetrechos de mutilação eram pinças e alicates e estavam sempre presentes na lista dos instrumentos de tortura dos carrascos da Idade Média. Eram usados a frio ou em estado incandescente e provocavam dores fortíssimas e mutilações. As pinças eram usadas principalmente para a ponta dos seios, unhas ou para extrair pedaços de carne. Os alicates tubulares eram usados para a castração. Também se usava marcar o rosto dos ébrios, vagabundos, ciganos e blasfemadores com um ferro em brasa, deixando uma marca irremovível.

28- Mesa de Evisceração

Foto de mesa com gancho para eviscerar pessoas em tortura

Chamava-se de mesa de evisceração, ou de esquartejamento manual. Nesse instrumento, o condenado era colocado deitado, preso pelas juntas e eviscerado vivo pelo carrasco. O carrasco abria-lhe o estômago com uma lâmina, prendia com pequenos ganchos as vísceras e, com a roda, lentamente ia puxando os ganchos. Os órgãos iam saindo do corpo da vítima durante horas, até que chegasse a morte. Alguns condenados permaneciam vivos durante dias depois de eviscerados, pois o carrasco tinha a habilidade de extrair das vítimas os órgãos não-vitais.

29- Esmaga-Cabeças

Foto de instrumento parecido com chapéu para esmagar cabeças em tortura

O esmaga-cabeças esteve em uso, ao que parece, na Alemanha do Norte, e gozava de certa preferência. O se funcionamento é tão simples quanto cruel. Colocava-se a cabeça do condenado com o queixo sobre a barra inferior, e com o rosqueamento a cabeça ia sendo esmagada. Primeiro, despedaçava os alvéolos dentais, as mandíbulas, e então a massa cerebral saía pela caixa craniana. Mas com o passar do tempo esse instrumento perdeu a sua função de matar e assumiu o papel de tortura do inquisidor.

30- Caixinha para as Mãos

Foto de caixinha usada para tortura na mão

A caixinha para as mãos era usada como punição aos furtos leves praticados por domésticos. Também foi empregada como meio de punição pelos tribunais do século XVIII, para penalizar pequenos furtos. Prendendo geralmente a mão direita, esta era ferida com pregos. Além das dores do momento, o condenado ficava com a mão inutilizada. Depois era liberado. A marca nas mãos podia servir de exemplo para outros ladrões.

256 Comments

  1. bethiamorim 7 de Abril de 2010 at 18:08 - Reply

    Fica muito difícil escolher o pior… Cada um mais horrível do que o outro…

    Nas minhas aulas, sempre que estou falando aos meus alunos sobre o período medieval, em especial, sobre a Inquisição, eles ficam horrorizados com as torturas que era utilizadas na época… Vou indicar o seu blog para que eles vejam mais detalhes sobre esse assunto.

    Parabéns pelo blog!

    • Matheus 8 de Janeiro de 2014 at 22:29 - Reply

      São instrumentos medievais? Não entendi! Alguém pode me explicar?

  2. Prof_Michel 7 de Abril de 2010 at 18:20 - Reply

    Pois é, Beth, além da informação necessário, a idéia é que o espaço seja um espaço didático para o professor. Valeu!

  3. Gabriel Pacheco 7 de Abril de 2010 at 20:02 - Reply

    Achei a roda alta o mais cruel, ficar vinte dias parado vendo seus ossos sendo esmagados não parece ser legal…

  4. Gabriel Biz 7 de Abril de 2010 at 21:48 - Reply

    Horriveis este objetos de tortura é rui ate ver,
    eu nao gostaria de tar la.

    • Astrogildo 1 de Janeiro de 2014 at 16:41 - Reply

      E se fosse você o torturado? Ainda gostaria de estar lá?

  5. Gabriel Pizzette 8 de Abril de 2010 at 13:18 - Reply

    Eu li em algum lugar que havia um rei que deixava corpos empalados na frente do castelo para assustar exércitos invasores, mas o pior mesmo eu achei a mesa da evisceração.

  6. Prof_Michel 8 de Abril de 2010 at 14:51 - Reply

    Gabriel, Gabriel e Gabriel, realmente os instrumentos são horríveis. O tal rei que empalava creio que foi o Vlad Tepes.

  7. Giuliana 8 de Abril de 2010 at 15:40 - Reply

    Um mais horrivel que o outro, mais eu acho que o pior é o despertador e a cadeira inquisitoria.

  8. Ana Spillere 8 de Abril de 2010 at 18:09 - Reply

    aai o dia que eu fui lá, nem almoçei direito pensando nisso! é muito horrivel, não tem como escolher o pior!

  9. Vitor Guglielmi 8 de Abril de 2010 at 18:25 - Reply

    ba michel cada um pior que o outro, em algumas ocasioes os piores sao cinto de castidade feminino e o masculino hauhauha, mais na minha opniao o pior é o esmaga joelhos, e em relaçao a guilhotina e o machado, ja houve relatos, que nao foi extraido a cabeça da vitima de primeira, ou seja ficavam sofrente com a cabeça quase cortada, devia doer muito, mais todos sao muito ruins! abraço 😀

  10. Prof_Michel 8 de Abril de 2010 at 18:27 - Reply

    Quase cortada? Nossa, que horrível!

  11. Clayton Machado Magaldi 8 de Abril de 2010 at 18:39 - Reply

    Afinal todos são horriveis, nada comparavem com isso e aquela "Cadeira Inquisitória" não pareçe ser muito confortavel hehehe..

  12. GUILHERME 8 de Abril de 2010 at 18:53 - Reply

    Oi Michel, bah cara, deu ate um negocio na hora que eu tava lendo,mas isso foi a realidade da nossa historia, e a coisa mais desumana que eu penso que esteja nessas torturas tirando a mesma, e que varias delas eram utilizadas a 20 anos atras, pelos ditadores, na epoca da ditadura militar.E isso prova que apesar de nossos sermos considerados pela ciencia animais racionais, agimos, como irracionais. Um abraço.

  13. Prof_Michel 8 de Abril de 2010 at 18:58 - Reply

    Guilherme, seu comentário é totalmente correto. Concordo plenamente! Valeu!

  14. Ricardo de Bem 8 de Abril de 2010 at 19:24 - Reply

    o despertador,ta loco!

  15. Sander 8 de Abril de 2010 at 20:23 - Reply

    Como prometido, uma passada no blog do professor. Os médotos ai o Jojo andou explicando pro pessoal quando falou sobre o Arcadismo eu acho e junto da Inquisição, realmente algo complicado de discutir sobre as maneiras absurdas de justiça naqueles tempos. Parabéns pelo blog prof, sucessos e abraço!

  16. Sander 8 de Abril de 2010 at 20:27 - Reply

    Como prometido ao prof. dando uma passada no blog. Fica complicado discutir sobre esses métodos usados como "justiça", o Jojo andou mostrando para a gente durante a explicação sobre Arcadismo (?) e Santa Inquisição, realmente cruel. Parabéns e sucesso com o blog Michel!

  17. Matheus Pereira 8 de Abril de 2010 at 22:04 - Reply

    Com certeza o pior é a roda do despedaçamento. Realmente, ficar rodando, queimando e sendo perfurado não deve ser nada legal.

  18. davi 9 de Abril de 2010 at 12:40 - Reply

    O despertador é o pior totalmente fora de si ^^
    a virgem nuremberg tambem não de ve ser muto legal…

  19. Clayton Machado Magaldi 10 de Abril de 2010 at 18:11 - Reply

    Quando li sobre "O despertador" imaginei como se fosse a dor em mim, devia ser muito dolorido!

  20. Murilo Patricio 11 de Abril de 2010 at 11:59 - Reply

    muito legal esses objetos ,mas só de pensar você em um desses … (: mas o empalador pra mim é o mais cruel :S

  21. Prof_Michel 11 de Abril de 2010 at 12:56 - Reply

    É, não é fácil avaliar o pior :/

  22. larissa 12 de Abril de 2010 at 22:11 - Reply

    Me deu uma coisa na hora que estava lendo, todos são horriveis mas para mim o pior instrumento é a Cadeira Inquisitória.

  23. Luiz Eduardo Bilesimo 13 de Abril de 2010 at 16:35 - Reply

    Eu acho que o Empalador é o pior. Meu deus deve due muito, só imagina alguem botando aquilo em ti. hashahs

  24. Best Blogs Brasil 14 de Abril de 2010 at 11:02 - Reply

    Oi
    O seu post também está em destaque na home do Best Blogs Brasil
    Confira:
    http://bestblogsbrasil.com.br/
    Você também pode enviar novos links para que eles fiquem em destaque no nosso site.
    Até Mais!
    Alex

  25. Prof_Michel 14 de Abril de 2010 at 13:26 - Reply

    Opa, legal Best Blogs Brasil. #fikadika 😉

  26. Luckêê 17 de Abril de 2010 at 14:00 - Reply

    o pior sem duvida deve ser o serrote.
    Ser literalmente serrado de cabeça pra baixo até o umbigo deve ser de longe o mais cruel

  27. joaorossoneto 20 de Abril de 2010 at 15:48 - Reply

    Cara, são todos horríveis, sem comentários.

    Mas, acho que o pior é a Virgem de Nuremberg.
    Ficar três dias sabemdo que ia morrer e ainda toda furada, muito ruim.

  28. Igor Fontana 27 de Abril de 2010 at 13:36 - Reply

    Nossa ,o Empalador e basante horrivel , mas o Emapaldor ao contrario e mais horrivel ainda 😮 . Imagina aquilo ali em ti ?

  29. Prof_Michel 27 de Abril de 2010 at 15:04 - Reply

    Nem quero imaginar…

  30. Fernanda Casola 13 de junho de 2010 at 19:23 - Reply

    meu Deus como um ser humano podia ser tão cruel…

  31. Prof_Michel 13 de junho de 2010 at 20:11 - Reply

    Podia? ¬¬

  32. aguiargh 11 de agosto de 2010 at 23:37 - Reply

    Parabéns pela matéria, professor! Já tive a oportunidade de ler muitos artigos referentes à tortura na Idade Média, mas essa sua postagem está impecável. Informações e detalhes que ainda desconhecia, como o propósito inicial do "berço-de-judas".
    O que é deprimente é sabermos que a prática da tortura ainda é aceita nos dias atuais, mesmo com toda a informação que possuímos.

  33. Prof_Michel 12 de agosto de 2010 at 15:10 - Reply

    Pois é, aguiargh, mas a informação ainda é o melhor remédio. É isso aí!

  34. Luiz Antonio 22 de outubro de 2010 at 19:28 - Reply

    Se não fosse a inquisição o cristianismo já tinha acabado! Que preço alto para continuar existindo! O homem usando Deus como desculpa para continuar no poder!

  35. Blog do Mangusto 14 de novembro de 2010 at 22:52 - Reply

    Gostaria de sua opinião sobre utilizar essas imagens com o tema Ditadura Militar no Brasil. Sei que os instrumentos são do período medieval, mas quem garante que eles não eram utilizados também nos porões do DOPS? Grata

  36. Prof_Michel 15 de novembro de 2010 at 9:05 - Reply

    Olá, apesar de muitos destes instrumentos terem sido utilizados até recentemente, acredito que não é indicado citá-los como exemplo de tortura na Ditadura Militar.

    Sugiro que você leia "Brasil Nunca Mais", de Evaristo Arns, para conhecer mais sobre os métodos de tortura pós-64.

  37. Wendy 22 de dezembro de 2010 at 8:56 - Reply

    Na Roda Alta diz: "Alguns chegavam a durar vinte dias nessa posição, e eram alimentados à noite para prolongar o seu sofrimento." Mas tem como comer naquele estado com os ossos esmagados? :S

  38. Prof_Michel 22 de dezembro de 2010 at 9:15 - Reply

    Pois é, Wendy. É difícil imaginar alguém com sobrevida num instrumento horroroso destes.

  39. mariana 17 de Janeiro de 2011 at 10:50 - Reply

    Estava lendo o conto de Bram Stoker "A Pele-Vermelha" (recomendo, inclusive), nele um casal passa a lua de mel em Nuremberg, visitando a chamada Torre da Tortura. Bram Stoker descreve detalhadamente a virgem de nuremberg (ou como chamada no livro, virgem de ferro).
    Para tirar minha curiosidade pesquisei sobre tal tortura, mas acabei encontrando muitas outras nesse site. Parabéns pelo excelente trabalho.

  40. Prof_Michel 17 de Janeiro de 2011 at 10:54 - Reply

    Legal, Mariana. A Virgem de Nuerenberg em seu contexto histórico. Vlw

  41. annacaroline4 21 de Abril de 2011 at 21:50 - Reply

    TODOS SAO HORRÍVEIS.

    MAS OS QUE MAIS ME IMPRESSIONARAM FORAM A
    RODA DO DESPEDAÇAMENTO E RODA ALTA.

    SEI QUE VAO ME CRITICAREM, MAS OS ESTUPRADORES DE HOJE BEM QUE MERECEM O CINTO DE CASTIDADE POR UM BOM TEMPO.

    E OS CONSIDERADOS CRIMES EDIONDOS, TAMBÉM MERECIAM PENAS MAIS SEVERAS, DE REPENTE ALGUMAS DESSAS AÍ CAIRIAM BEM.

    SEI O QUE ESTOU DIZENDO, LEVANDO ATÉ EM CONSIDERAÇAO QUE UM PENALIZADO PODERIA SER ALGUEM PRÓXIMO

  42. annacaroline4 21 de Abril de 2011 at 21:55 - Reply

    ESPERO QUE POSTEM MEU COMENTARIO.

    POIS PELO QUE SEI ESTAMOS VIVENCIANDO A DEMOCRACIA DESDE 1984 .

    ( NAO POSTAR ESTE )

    GRATO
    Luciano Lopes

  43. Prof_Michel 24 de Abril de 2011 at 9:59 - Reply

    Sim, Luciano. Comentário publicado. Apenas procure não escrever me caixa alta. Abração

  44. clea paula 17 de Fevereiro de 2012 at 13:50 - Reply

    …nao sou a favor da pena de morte seja ela antiga ou atual,penso ke todos merecem o perdao apos sincero arrependimento,porém acredito ke se a lei de hoje implicasse penas dolorosas com alguns intrumentos mencionados aki a criminalidade em alguns generos seriam diminuidas…nada melhor que uma dor significativa para deter um opressor e pra ke melhor ke sentir falta de um membro do corpo para ke a conciencia seja ativada constantemente…?

  45. Paulo 14 de Março de 2012 at 14:35 - Reply

    Alguns desses “castigos” eram aplicados para os “crimes do colarinho branco” da época???

    • Michel Goulart 14 de Março de 2012 at 18:33 - Reply

      Paulo, acho que não era frequente. As punições eram geralmente direcionadas aos menos favorecidos. Hoje temos o código penal, mas é diferente?

  46. Jaqueline 28 de Março de 2012 at 18:08 - Reply

    Esses instrumentos estavam na minha cidade ‘-‘
    TODOS , eu lembro de tudo ! Só não tinha umas coisas .
    Irei fazer uma redação sobre isto , e acabei achando o que queria , rs

    • Michel Goulart 28 de Março de 2012 at 18:15 - Reply

      Jaqueline, acho que a exposição passou também pela sua cidade. Boa redação pra você!

  47. eduarda 30 de Março de 2012 at 10:36 - Reply

    esse povo eram muito malvados eles nao tinham coracao e nem sentimento.

  48. ramiro 3 de Abril de 2012 at 18:50 - Reply

    tempos maleficos..porem nessecarios para epoca muito, interesantes..

  49. Neymar Jr. 13 de Abril de 2012 at 11:22 - Reply

    o mais legal é o cinto de castidade nº 23
    =)

  50. Carol 23 de Abril de 2012 at 22:22 - Reply

    Estes instrumentos são horríveis, e deviam despedaçar seus membros,o pior é o n°9 a aranha-espanhola nossa ,como as garotas mães iriam alimentar os seus nenens? mas que coisa horrenda!!!!!!!!1

    • Michel Goulart 24 de Abril de 2012 at 8:23 - Reply

      O ser humano, algumas vezes, acha que está fazendo o certo cometendo atrocidades.

  51. roseany 27 de Abril de 2012 at 17:11 - Reply

    gente eu ficei chocada com o q eu vi
    eu queria q esses asacinos pagasem pelo o q eles fizeram ou até pior
    por causa dessas coisa q eu odeio os portugeses

  52. Rita Merlino 6 de Maio de 2012 at 14:55 - Reply

    O mais triste e revoltante disso tudo é que há “apenas” 20 e poucos anos atrás a ditadura brasileira se utilizou da lógica de alguns destes instrumentos terríveis e mais o choque elétrico…. brutalidade humana !
    Valeu professor
    Abraços

  53. Rita Merlino 8 de Maio de 2012 at 16:19 - Reply

    Tentei ler quase tudo sobre as ditaduras da América Latina, haja estômago !!!!!!
    Só falta fechar essa história com a punição desses animais que fizeram isso !!
    Vou ler correndo esse resumo, obrigada!!
    Abraços

    • Michel Goulart 8 de Maio de 2012 at 17:00 - Reply

      Rita, acho que você está se referindo aos instrumentos de tortura na Ditadura Militar Brasileira.

  54. Walterson 14 de junho de 2012 at 23:56 - Reply

    Achei interessante os instrumentos de tortura medievais mas coisas muito piores aconteciam até há pouco tempo na África. Os negros já viviam lá como escravos e a venda para a América não era o pior que lhes acontecia, principalmente para prisioneiros de guerra. Já vi relatos de execuções em praça pública, em que o carrasco serrava o pescoço da vítima e esta, só com as mãos e pés amarrados, não podiam nem gritar pois tinham uma forquilha enfiada na garganta. E o objetivo era jorrar sangue o mais longe possível.

  55. natalia 27 de junho de 2012 at 17:35 - Reply

    Achei meio assustador esses instrumentos de tortura, nunca pode inmaginar algo tão terrivel assim, eles deviam sofrer muito por causa da IGREJA CATOLICA na quela epoca, era um orror.Eu ainda tive que faser um trbalho sobre isso e quase vomitei por causa disso agora sou contra a tal (igreja ctolica)

    • Michel Goulart 27 de junho de 2012 at 19:11 - Reply

      Sim, Natália, mas veja bem. Ser contra a Igreja hoje devido aos crimes cometidos no passado pode ser comparado, grosso modo, a alguém que é contra os alemães por causa dos crimes cometidos pelos nazistas. Talvez você não precise ser tão radical.

  56. Murilo Cesar 1 de julho de 2012 at 20:37 - Reply

    Já que vocês estão falando da Igreja e dos nazistas, não esqueçamos dos comunistas. Em todos os paises por onde chegaram ao poder, foi só sofrimento, torturas e injustiças.

  57. Gabrielle Resende Cunha Pereira',' 28 de julho de 2012 at 11:29 - Reply

    Uiiiiii to quase chorando só de pensar como era a situaçao de tal pessoa torturada que horro e olha vou ter faser uns 3 intrimentos de papelão para o meu trabalho Horrivell néh quero só ver com :/

    :'(

  58. Marcio rodrigues freitas 31 de julho de 2012 at 14:39 - Reply

    Tenho que fazer um esmaga joelhos para a feira de ciencas alguem sabe como ki faz?

    • Michel Goulart 31 de julho de 2012 at 14:56 - Reply

      A ideia é meio bizarra, mas não deve ser difícil de fazer. É só seguir o modelo da imagem.

  59. anita 22 de agosto de 2012 at 23:53 - Reply

    ainda bem que nosso brasil e bom que nao tem essas coisas que terror foi tudo oque acabei de ver

  60. anita 22 de agosto de 2012 at 23:57 - Reply

    so emagino meu querido jesus quando sofreu com esses loucos mais agora ele ta na gloria esperando esses cretinos pra manda pra gena o lago de fogo

  61. Juvenal 24 de agosto de 2012 at 11:41 - Reply

    Muito legal a matéria parabéns na minha opinião o Serrote, o Empalador e a Mesa de Evisceração. Nossa!!! Só de imaginar
    da arrepios.

  62. cesar 16 de outubro de 2012 at 15:34 - Reply

    faltou a cruz , a cruz tambem é um instrumento de tortura ~!! e se jesus tivesse morrido em alguns desses instrumento a i mencionados o que o povo iria colocar no altar???!!!
    cruz é simbolo de maldiçao pense nisso!!!jesus não tem nada a ver com a cruz !!!
    afinal de contas ele ressucitou não esta mais lá!!!!!!

    • Michel Goulart 16 de outubro de 2012 at 15:39 - Reply

      Calma, amigo César. Veja que os instrumentos ali citados são medievais. A cruz foi um instrumento de tortura e execução mais comumente utilizado na antiguidade greco-romana.

  63. Chacal 3 de novembro de 2012 at 17:31 - Reply

    amo todos esses instrumentos. poderiam servir de modelo para as pessoas de hoje. sou totalmente a favor dessa pratica de tortura para os bandidos. uma solução para a superlotação dos presídios atuais.
    fica a dica.

  64. pamela 12 de novembro de 2012 at 15:49 - Reply

    esses instrumentos sao muito assustadores eles sao foda!

  65. gaby 12 de novembro de 2012 at 15:52 - Reply

    esses instrumentos soa muito foda <3 😉

  66. gaby 12 de novembro de 2012 at 15:53 - Reply

    que massa mano

  67. gaby 12 de novembro de 2012 at 15:54 - Reply

    que legal esses instrumentos <3

  68. DENISE 12 de novembro de 2012 at 15:54 - Reply

    esses istrumentos sao muitos asustadores nao queria nacer nesse tempo

  69. thally 12 de novembro de 2012 at 19:42 - Reply

    muito bakana ver torturas , kkkk

  70. Fernando Santos 23 de novembro de 2012 at 10:39 - Reply

    Denise, hoje vivemos numa época em que a tortura é diferente. Hoje vivemos a tortura psicológica. A Pós-modernidade nos proporciona isto.

  71. Roberto 2 de dezembro de 2012 at 11:34 - Reply

    Deveria ser usado nos dias atuais, principalmente em Brasília, em nossos queridos políticos ladrões.

  72. bruna moreira guedes dos santos 5 de dezembro de 2012 at 20:30 - Reply

    q coisa mais cruel q maldade o unico q devia ser usado hj em dia e o cinto d castidade kkkkkkkkkkk

  73. Eduardo 6 de dezembro de 2012 at 8:11 - Reply

    Aí você se engana amiguinho. A igreja católica ainda tem a mesma mentalidade de impor seu pensamento hipócrita e opressor, querendo ditar como as pessoas devem viver até hoje. Essa igreja controlada por monstros e pedófilos, só não tortura mais as pessoas com esses instrumentos pq essa prática caiu em desuso, senão aposto que até hoje teríamos a aplicação de muitos desses instrumentos da postagem.

  74. Lucas Andrade 9 de dezembro de 2012 at 18:22 - Reply

    Que instrumentos bárbaros. Não saberia classificar o pior de todos. É importante compreender o motivo da existência desses meios punitivos enquadrando-o no respectivo contexto histórico.
    Ago porém me instiga: Países antigos, que utilizaram por séculos e talvez milênios essas práticas, são hoje países, de certa forma (opinião pessoal) mais justos e menos violentos do que o Brasil, que apresenta índices de violência altíssimos.

  75. neruo 28 de dezembro de 2012 at 13:26 - Reply

    concordo com a larissa a cadeira iquisetoria e a pior

  76. Katia Cilene Flórido de Lima 29 de dezembro de 2012 at 13:09 - Reply

    Poxa,que horrível! muito difícil dizer qual deles é pior.

  77. zeulin 3 de Janeiro de 2013 at 17:36 - Reply

    Quanto sofrimento dos povos daquela epoca. Esses carrascos, se não arrependeu, vão pagar por tudo que fezeram.

  78. Fernanda 5 de Janeiro de 2013 at 13:57 - Reply

    Francamente eu queria nascer nesta epoca so para ver as torturas ou torturar. eu sou sadica mesmo….hauahah

  79. noemy 7 de Janeiro de 2013 at 11:40 - Reply

    que horror

  80. Klaus do Iate 11 de Janeiro de 2013 at 15:23 - Reply

    Tive o desprazer de viajar um dia no NE com um torturador do periodo da Ditadura Militar brasileira. Ele nao era da elite, nem na epoca em que viajavamos ou na epoca em que ele era carrasco. O cara tinha saudade de sua profissao e falava como um vovô com saudade de sua pastelaria. Quando perguntei a ele como distinguiam uma “confissao” falsa só para livrar-se da dor de uma informação que prestava, OU pior se eles distinguiam entre um “nao sei” real e um fingido, ele se resumiu a dizer que com a pratica sabiam intuir entre uma coisa e outra. Em resumo, ele era um escroto. ia dizer que minha mãe era comunista na primeira alfinetada no saco.

  81. flavia 28 de Janeiro de 2013 at 18:51 - Reply

    eu acho que os mais crueis são os:Caixinha para as Mãos,Mesa de Evisceração,Cadeira Inquisitória e Esmaga-Seios.

  82. flavia 29 de Janeiro de 2013 at 9:05 - Reply

    ai gernanda,como vc e burra,naquela epoca as mulheres nao podiam nem falar direito,imagine torturar alguem,e claro que vc ia ser torturada,d@h

  83. allan silva 3 de Fevereiro de 2013 at 18:16 - Reply

    sei que é doloroso mas era pra existir ainda para esses bandidos periculosos o mundo esta do jeito q esta pq não tem mas lei alei hoje é so pros assassinos como esta acontecendo muito ai…

  84. joão Evangelista 10 de Fevereiro de 2013 at 11:50 - Reply

    Eu não tenho palavras para falar sobre estes requintes de crueldade, tudo em nome de Jesus,
    Ou da fé para ostentar suas riquezas e poder, mas
    Jesus veio dar sua vida por nós nunca esteve perto
    Destes e destas praticas de animais racionais,pior
    do que os animais irracionais que vive em harmonia
    Com a natureza e os demais seres vivos.
    Jesus disse eu vim para que todos tenham vida e vida em abundância, ele deu sua vida por nós não
    mandou nenhum religioso matar ninguém porque encontrado algum pecado, só tem poder de punir pecadores só quem morreu por eles, no entanto ele perdoa como fez com várias pessoas quando andou na terra.veja as palavras de Deus sobre perdão: Ezequiel 18:21-23;
    mas se o ímpio ou pecador,se converter de todos os seus pecados que cometeu, e guardar todos os meus estatutos, e proceder com retidão e justiça,certamente viverá; não morrerá. de todas as suas transgressões que cometeu não haverá lembrança contra ele; pela sua justiça que praticou viverá. Tenho eu prazer na morte do ìmpio
    ou pecador? diz o senhor Deus, não desejo antes que se converta dos seus caminhos, e viva?
    Como pode o homem torturar e matar alguém em nome de Deus ou julgar induzindo a pessoa a renunciar sua fé em Jesus Cristo, para aderir ao sistema do mundo, do poder das religiões, que em nome de Deus fazem a vontade desse sistema perverso, desumano, desigual em que vive o povo do mundo.

  85. Manuela 13 de Fevereiro de 2013 at 13:57 - Reply

    Pra mim, o pior são os dois tipos de empaladores. Quando visitei um museu assim, por um momento, imaginei um garoto da sala nele. Foi horrivel, quase vomitei e fiquei desconfortável pelo resto da visita. Nem mesmo uma pessoa que eu odeie merece isso. Sinto pena daquelas almas. E sinto nojo dos que os torturaram…

    …Tudo em nome do Senhor…
    Um Deus do Perdão e do Amor verdadeiro jamais aceitaria tal coisa. Acho que ele também sentiu nojo dessas pessoas…

  86. osvaldo 16 de Fevereiro de 2013 at 23:05 - Reply

    NA FALECIDA UNIAO SOVIETICA E NA ALEMHA DO NACIONAL SOCIALISMO ERA USADO ESTES ARTEFATOS,E EM CUBA ,CHINA COREIA DO NORTE AINDA USAM

  87. Tristão Aurelius Wokingham 19 de Fevereiro de 2013 at 19:19 - Reply

    Supositório (do lat. suppositoriu), s.m. Diz-se daquele medicamento sólido, de formato cônico, confeccionado especialmente a fim de ser introduzido no ânus.

    Eis um tipo trivial de tortura física e psicológica, a qual acomete diversas crianças pelo mundo afora. Não obstante a modernidade, tal prática ainda subsiste.

    Fato: Afronta ignóbil da mais baixa estirpe, os algozes sempre são funcionários da Rede de Saúde ou as próprias mães das vítimas.

    Lamentável…

    PS: O sorriso de escárnio da pessoa que introduz o “medicamento” no orifício anal da vítima é – sem sombra de dúvidas – a conditio sine qua non da prática, ou seja, a condição que prova e, sobretudo, sem a qual não existe esse crime despudorado.

  88. edlin ribeiro 5 de Março de 2013 at 22:56 - Reply

    minha professora de história mandou os alunos faserem um trabalho sobre os escravos africanos eu acho que esse lugar é perfeito para pesquisar.

  89. JOAOPEDRO 7 de Março de 2013 at 13:02 - Reply

    NAO QUERO FALAR NADA

  90. ester 10 de Março de 2013 at 13:28 - Reply

    nossa meu deus,eu num vou falar mais nada é um mais pior q o outro:(

  91. bruna 11 de Março de 2013 at 11:14 - Reply

    nossa cansei de copiar!!!!

  92. bruna 11 de Março de 2013 at 11:16 - Reply

    nossa cansei de copiar ja cancei!!!!!

  93. camila 11 de Março de 2013 at 11:17 - Reply

    nossa cansei de copiar!!!!cança muitoooooooooo

  94. Helps Limon 12 de Março de 2013 at 22:28 - Reply

    Sádicos? Nossa! E o que dá pra perceber de primeira, é óbvio que era o esforço que eles faziam pra deixá-los vivos, mesmo sendo torturados, pra mostrar para os próprios réus e todas as pessoas o que o poderoso Deus deles poderiam fazer. Bando de loucos sádicos. Very bárbaro.

  95. laura 16 de Março de 2013 at 17:36 - Reply

    To na 8 serie e e dificil o holocausto é muita dor

  96. ana carolina 18 de Março de 2013 at 19:56 - Reply

    imagine a dor que eles sentiam nesses instrumentos de tortura,eu nao queria estar na pele deles

  97. jeniffer 19 de Março de 2013 at 8:38 - Reply

    muito obrigada!tive que copiar tudo para o trabalho de história,mas isso é muito interessante! e sorte a daqueles que vivem agora e não antes

  98. bruna lima de alida 21 de Março de 2013 at 10:36 - Reply

    ai me da gastura de ver isso
    eu vejo isso e as fotos no google imagens da muita dó muito estranho a morte do passado

  99. jessica 21 de Março de 2013 at 10:55 - Reply

    não da pra escolhe cada um mais feio q o outro

  100. keveen 22 de Março de 2013 at 12:04 - Reply

    todos são horrivéis mais bem que tem vagabundos que estão prescisando hoje em dia

  101. Gustavo 2 de Abril de 2013 at 23:40 - Reply

    Pelo menos tinha um “julgamento justo” antes de serem aplicadas…….Brincadeira…….. Na maioria das vezes o réu apenas era diferente da minoria encarregada de aplicar a lei…..

  102. ithalo percy 3 de Abril de 2013 at 18:56 - Reply

    O.o mto loko so de pensa Ui ja fiko com pena desse povo ?

  103. LUIZ BARATO 4 de Abril de 2013 at 16:31 - Reply

    Na minha opinião o ser humano não é contraditório. O que existe no mundo, são duas espécies humanas distintas:
    a primeira – que tem sensibilidade e compaixão.
    a segunda – as dos canalhas.

  104. leticia scheffmacher 14 de Abril de 2013 at 13:26 - Reply

    É muita crueldade…. da um ruim ate de ler isso… é de ++++++ crueldade…. existe crueldade ate para mulheres que não são fieis…
    vagabundos…. É de +++++… crueldade….

  105. Nathalia Beatriz Maciel 18 de Abril de 2013 at 10:43 - Reply

    eu axho todos incriveis, eu fui ao museu e vi cada um desses instrumentos de tortura,, acho mt interessante e to estudando sobre isso.. legal amei..

  106. Paulo Luiz Mendonça 18 de Abril de 2013 at 11:34 - Reply

    Diante destes tipos de tortura eu pergunto quem são os verdadeiros humanos, são os que se dizem filhos de Deus ou os nossos irmãos menores os animais.

  107. Paulo Luiz Mendonça 18 de Abril de 2013 at 11:36 - Reply

    Diante destes tipos de tortura eu pergunto quem são os verdadeiros humanos, são os que se dizem filhos de Deus ou os nossos irmãos menores os animais.

  108. mirian e kathelin 23 de Abril de 2013 at 11:16 - Reply

    meu deus q coisa horrivellll …

  109. tchuca doida 29 de Abril de 2013 at 14:05 - Reply

    nó o meu outro comentario q era legal não foi PUBLICADO!!!!!!!!

  110. ana carolina 6 de Maio de 2013 at 18:30 - Reply

    minha prof de historia me passsou 20 desssas armas de tortura eu fiquei de bocaaberta quando vi estas imagens me deu ate arepiu…

  111. evelyn 7 de Maio de 2013 at 21:00 - Reply

    achei bem interessati essssas armas de torturas minha prof de história passou um trabalho sobre isso

  112. elisa veloso 9 de Maio de 2013 at 8:50 - Reply

    eu agei uma tortura torturenta e fis um trabalho disso uiuiiuiii divia ser pra presoss,,

  113. marcio 24 de Maio de 2013 at 19:25 - Reply

    boa essa materia to fazendo um trabalho de historia e me ajudou muito valeu

  114. Luciana 5 de junho de 2013 at 15:03 - Reply

    estou fazendo um trabalho sobre isso e, nossa, fiquei horrorizada! até conferi pra ver se era sobre isso mesmo que deveria ser feito o trabalho… terrível!

  115. fernanda 8 de junho de 2013 at 11:30 - Reply

    se essas coisas existissem hoje, seria o fim dos crimes

  116. MARIA EDUARDA 16 de junho de 2013 at 15:16 - Reply

    Um pior que o outro mas deve ajudar no que eu preciso

  117. Amauri Leandro Pereira 2 de julho de 2013 at 19:11 - Reply

    Infelizmente hoje, início do século XXI, existe tortura em algumas delegacias e em beira de córregos. Estas atrocidades covardes são cometidas quase que exclusivamente por policiais facínoras. Como é possível que exista pessoas com mentalidade tão retrograda.

  118. Helena 6 de julho de 2013 at 15:31 - Reply

    Inimaginável a dor dessas pessoas. Como ficava a consciência dos carrascos?

  119. Helena 6 de julho de 2013 at 15:34 - Reply

    Não gostaria de ter vivido nesta época de tantas e permitidas torturas .

  120. joseroberto 8 de julho de 2013 at 22:02 - Reply

    Nao entendo como os catolicos so por terem um pontifice pregando sermoes como se fossem mais virtuosos que seus predecesores farao branquear a imagem da i. Catolica como se o passado nao tivsesse existido ou fizese parte do nosso presente

  121. Matheus Gabriel 18 de julho de 2013 at 1:46 - Reply

    Gostei muito desta matéria, eu queria mesmo saber se não existem mais destes “instrumentos” usados para tortura que poderia falar para mim, estou pesquisando bastante sobre isto (mesmo não fazendo sentido algum), gosto do tema (não da ideia das pessoas sendo torturadas, mas da história dos “instrumentos” e de tudo em si), abraço!

    • Michel Goulart 18 de julho de 2013 at 17:03 - Reply

      Matheus, procure nosso artigo sobre a tortura durante a Ditadura Militar.

  122. lucas fernando 30 de julho de 2013 at 19:08 - Reply

    cara que coisa horrivel imagine voce
    vendo os cara sendo torturado la que horror

  123. barbara barbosa gouvea 1 de agosto de 2013 at 14:37 - Reply

    todos são horriveis nem da pra escolher o pior.
    bom que eles não estejam em funcionamento no século 21………………….

  124. fernanda 13 de agosto de 2013 at 19:28 - Reply

    Meu, p mim isso eh torturante, a exposição estava na minha cidade e eu fui cm a minha escola e nós escolhemos o pior d tds q eh o despertador.

  125. Tatielly 19 de agosto de 2013 at 13:12 - Reply

    Todos são horríveis!!
    imagine se existisse esses
    instrumentos de torturas até hoje,hein?

  126. Rennan 19 de agosto de 2013 at 14:40 - Reply

    Muito bom esse artigo, caramba esses instrumentos de tortura dão um bom filme de terror, mas eu achei o pior o Despertador pensou aquela ponta batendo no anus do individuo imagine a dor……

  127. Emerson 21 de agosto de 2013 at 0:08 - Reply

    estupradores e crimes hediondos poderiam se utilizados estes brinquedinhos novamente

  128. u rodrigues 23 de agosto de 2013 at 16:32 - Reply

    deveria ser usados ate hoje nos presidios.

  129. ribamar 3 de setembro de 2013 at 6:35 - Reply

    se estas formas de torturas fossem usadas ainda hoje sera que havia impunição contra os bandidos mais periculosos

  130. andreia 4 de setembro de 2013 at 10:32 - Reply

    preciso caber sobre a fogueira quando ocorreu ?
    e um trabalho sobre historia medieval e inquisição me ajudem ;* bom dia

  131. Robeto 9 de setembro de 2013 at 16:59 - Reply

    E o pior é que essas atrocidades eram permitidas com apoio da igreja e o pior em nome de DEUS

  132. Soraia 13 de setembro de 2013 at 23:17 - Reply

    Que horrível!!

  133. alfred 22 de setembro de 2013 at 23:27 - Reply

    na verdade esses equipamentos nem deveriam existir pois um homem não pode torturar outro homem com esses equipamentos, pois todos sem duvidas sabem o quanto é horrivel a tortura por esses estrumentos. mais, por causa do pecado do propio homem isso foi por muito tempo a punição pelos seus erros, se isso resolvesse, estariamos vivendo outra realidade.

  134. Thamires 25 de setembro de 2013 at 14:26 - Reply

    Nossa, será que se a humanidade não fosse tão cruel essas peças poderiam servir de arte ao invés de pesadelo? Homens sendo torturados por esses instrumentos. Chega a ser perturbador pensar na agonia de pobres pessoas passando por tal sofrimento.

  135. leonardo mesquia 10 de outubro de 2013 at 21:30 - Reply

    Eu acho o empalador o segundo pior, o primeiro não tem nessa lista. eles pegavam um touro de metal e colocavam a pessoa dentro dele, então eles tocavam fogo de baixo do touro e a pessoa morria cozida sem ter pra onde correr.
    Mas o empalador tambem é orrivel, imagina uma estaca da quele tamanho entrando nos ânus da queles pobres coitados!!!!

  136. Valter 29 de outubro de 2013 at 17:54 - Reply

    O que é isso nossa é muita maldade,coitados dos escravos.

  137. Amanda 30 de outubro de 2013 at 9:22 - Reply

    Quando eu estava lendo,eu ficava imaginando como seria a cena,e como os carrascos tiveram coragem de fazer isso com uma pessoa,e o pior de tudo é que o preconceito ainda existe,mas parabéns pelo site,ele é muito interessante!

  138. Lu Mai 9 de novembro de 2013 at 6:09 - Reply

    Estava procurando sobre a tortura de homossexuais na Idade das Trevas. “Desde 1446, os homossexuais iam para a fogueira em Portugal. Desde 1497 eram queimados vivos na Espanha. O fogo era o destino, além do cruel suplício e morte pelo serrote”. Isso é um fragmento de uma crônica do Galeano. Será que a morte pelo serrote foi uma das atrocidades “exclusiva” para tortura e morte de homossexuais? Estava pesquisando neste sentido… Terríveis instrumentos, todos eles, porém, mais terrível são os discursos que constroem os fundamentos para tamanhas atrocidades. Obrigada pela postagem!

  139. kamila 11 de novembro de 2013 at 11:25 - Reply

    EU QUERIA SABER COMO ERA A VIDA DO COITADOS MAS SO DE VER OS INSTRUMENTOS QUE USAVA PARA TORTURAR OS HOMENS EU SINTO PENA DEMAIS COITADOS DELES NINGUEM QUERIA TER UMA MARTE ASSIM!!!!!!!!!

  140. andrew 14 de novembro de 2013 at 12:52 - Reply

    que legal

  141. vivi 15 de novembro de 2013 at 12:36 - Reply

    kkkkkkk é o que eu preciso com o meu trabalho

  142. vivi 15 de novembro de 2013 at 12:38 - Reply

    é o que eu preciso para o meu trabalho de histórias muito legal gostei das imagens

  143. Márcio 16 de novembro de 2013 at 19:15 - Reply

    Um compêndio onde se demonstra toda a “racionalidade” do ser humano.

  144. vanessa rodrigues 18 de novembro de 2013 at 19:16 - Reply

    ave cada um pior que o outro esse tal de esmaga cabeça credo esmaga joelho nossa ……………………….obrigada por lerrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr

  145. Elise 18 de novembro de 2013 at 22:32 - Reply

    Die Qualen waren so süß wie edel. Falls die bösen Jungs grausam gefoltert wurden, würden Folter nicht als eine verirrung, sondern als eine Form der schweren Strafe als Reaktion auf eine nicht hinnehmbare Straftat gesehen werden.

  146. Elise 18 de novembro de 2013 at 22:38 - Reply

    Die Qualen waren so süß wie edel. Falls die bösen Jungs grausam gefoltert wurden, würden Folter nicht als eine verirrung, sondern als eine Form der schweren Strafe als Reaktion auf eine nicht hinnehmbare Straftat gesehen werden..

  147. Fernanda 4 de dezembro de 2013 at 7:16 - Reply

    Puxa gostei. *u* Achei bem interessante, só não entendi como funciona a flauta do bagunceiro. ‘-‘

  148. Viviane 12 de dezembro de 2013 at 22:37 - Reply

    gente que coisa horrível, não consegui ler todos,
    pois estou me sentindo mal, não sei como as pessoas conseguem ler todos…
    até consigo ver gente morta mais se estiver agonizando eu tenho um treco.

  149. PIETRO KRETTE 14 de dezembro de 2013 at 20:42 - Reply

    ADOREI, APOSTO QUE AINDA DEVEM EXISTIR UMAS MÁQUINAS DESTE TIPO.
    VOU FAZER UM FILME TERROR COM ELAS!!!!!!!!!!!!!
    HAHAHAHAHAHAHA

  150. Lucas 17 de dezembro de 2013 at 17:58 - Reply

    MEUS DEUS COMO UMA PESSOA CONSEGUIA USAR ISSO EM OUTRA E FALANDO OS INSTRUMENTOS DE TORTURA DE HJ EM DIA NAUM CHEGA NEM A OS PES DAQUELE TEM PO

  151. Kennedy 3 de Janeiro de 2014 at 16:17 - Reply

    Já vi fotos do Touro de Falaris, não é da mesma época destes instrumentos de tortura ?

    • Michel Goulart 3 de Janeiro de 2014 at 17:34 - Reply

      Eu acredito que o Touro de Falaris não é medieval, foi utilizado na antiguidade, até porque tem referências pagãs. Tenho que verificar melhor.

  152. Kathy 8 de Janeiro de 2014 at 11:34 - Reply

    Gostaria de receber algumas indicações de livros a respeito disso, tenho vários livros sobre a Idade Média, mas não tenho nada específico sobre as torturas.Visitei dois museus sobre isso em dois países, é realmente assustador vendo esses instrumentos de perto.

  153. Jmantas 8 de Janeiro de 2014 at 18:05 - Reply

    Estiveram em exposicao em lisboa, nas galveias, ha anos. Exposicao muito pesada.
    Tenho o cattalogo

  154. Klaus do Iate 10 de Janeiro de 2014 at 9:33 - Reply

    Faltou a pera. Era um objeto de metal, em forma do fruto da pereira, feito de gomos que iam abrindo, rodando um parafuso. Era introduzido em boca, anus ou vagina e lentamente os gomos eram abertos, paradoxalmente o benéfico especulo vaginal que permite cirurgias e a o exame preventivo do cancer de colo uterino é uma adaptaçao da pera.

  155. Klaus do Iate 10 de Janeiro de 2014 at 9:34 - Reply

    Crucificaçao também poderia ser tortura ao inves de execuçao, especialmente se fossem postos apoio para os pes. O supliciado poderia inclusive ser descrucificado.

  156. Klaus do Iate 10 de Janeiro de 2014 at 9:39 - Reply

    O empalamento e a crucificaçao existiam desde assirios. Chegaram a Europa via persas e romanos, nao aos turcos. Os romanos orientais (bizantinos) ensinaram aos turcos. E Vlad Tespes ensinou algumas coisinhas a eles também (pregar o turbante na cabeça sem matar…). A “arte” do emplador era desviar de orgaos vitais para prolongar ao maximo o sofrimento. Deus que me livre. Os bizantinos combinaram o empalamento com a crucifacacao na mesma pessoa no esmagamento dos “barbaros” bulgaros pelo civilizado Niceforo II. Objetivo ai era executar e assustar os bulgaros sobreviventes e nao extrair informacao.Terrorismo de Estado.

  157. Klaus do Iate 10 de Janeiro de 2014 at 9:42 - Reply

    Os Estados sempre querem passar, a principio, a figura de bons moços garantidores do sossego de pagantes de tributo. Mas quando chegam a conclusao que nao esmagarao inimigo (podem até estar errados em sua avaliaçao), começam o terrorismo de Estado. As vezes dá certo e eles recuperam a obediencia perdida.

  158. shinigami 13 de Janeiro de 2014 at 21:24 - Reply

    Maneiras cruéis e desumanas de se obter confissões mais em alguns casos usavam se para punir e mostrar poder goste muito da matéria!

  159. gbzim 24 de Janeiro de 2014 at 9:48 - Reply

    o cinto de castidade tinha na novela ”xica da silva”. muito relembrar.

  160. Evillyn 26 de Fevereiro de 2014 at 19:39 - Reply

    nossa muito fortes e feias as imagens como eles aguentava tanta tortura?

  161. Herbert Lopes 5 de Março de 2014 at 10:48 - Reply

    Se achou as torturas durante o regime militar no Brasil pesadas, devia ver as aplicadas pelos comunistas e nazistas!
    Os militares mataram menos de 400 comunistas, enquanto os comunistas mataram mais de 100 milhões de não-comunistas.

  162. bruno 7 de Março de 2014 at 11:50 - Reply

    cara que diodera

  163. Daniele Pimentel 18 de Março de 2014 at 9:21 - Reply

    Não dá nem para acreditar que estas coisas de fato existiram. Mostra o lado mais negro dos seres humanos que estão imbuídos com propósitos equivocados e até onde tudo isso pode levá-los…

  164. gabriel ziller 31 de Março de 2014 at 13:47 - Reply

    na minha opinião, o pior é o serrote, não gostaria nem um pouco de ter “4 pernas” hehe é como nos jogos mortais 2 ou 3, um homem e uma mulher tinham que cortar seus braços no meio, porque só o peso de seu sangue poderia abrir a porta. obs: os braços deles ficavam divididos em 2 do mesmo jeito que as pernas quando usado o serrote como instrumento de tortura.

  165. Ramsés 7 de Abril de 2014 at 13:07 - Reply

    Sem duvida e o empalador sor e terrivel a pessoa sofria muito terrivel

  166. victor quintas 7 de Abril de 2014 at 13:59 - Reply

    me da calafrios, não iri querer estar na quela época

  167. Letícia Kuschel 7 de Abril de 2014 at 17:05 - Reply

    ui que arrepio, não dá para falar qual é o pior, TODOS são terríveis, os que eu achei piores são: a Cadeira Inquisitória, o Açoite de Ferro, o Balcão de Estiramento e o Empalador, sem dúvida, são os piores. bjs Prof <3

  168. Livia Bon Junkes 9 de Abril de 2014 at 16:23 - Reply

    Ola professor pra mim o pior e o esmaga seios

  169. Gyovanni chiomento 13 de Abril de 2014 at 20:10 - Reply

    Pra mim o pior é a cadeira Inquisitória

  170. Bárbara Barbosa 13 de Abril de 2014 at 21:46 - Reply

    Nossa impressionante como os homens eram crueis com os escravos nem da pra acreitar que estes objetos foram usados realmente.
    cara to impressionada até agora…
    fiquei toda arrepiada lendo um por um…

  171. Roberto Oenning 21 de Abril de 2014 at 20:25 - Reply

    nossa é nojento quase vumitei

  172. Roberto Oenning 21 de Abril de 2014 at 20:29 - Reply

    o pior é de longe a cadeira Inquisitória
    meu deus a história é sanguinária
    por isso gosto dela XD

  173. Francis leal 23 de Abril de 2014 at 21:51 - Reply

    Vimos que os instrumentos de tortura utilizado no processo inquisitório eram terriveis para aqueles que não seguiam a doutrina eclesiastica. No entanto, não devemso expor ideias “concretas”, sendo que o contexto a realidade era outra.

  174. Gabriela 28 de Abril de 2014 at 18:36 - Reply

    Muito bom eu irei fazer uma prova numa gincana gostei tem muita informação . E muito difícil escolher o pior mas o mais engraçado é o cinto de castidade do homem.

  175. Betsaida Manuel 29 de Abril de 2014 at 9:37 - Reply

    esses instrumento ainda serão utilizado quando o anti cristo governar

  176. Betsaida Manuel 29 de Abril de 2014 at 9:45 - Reply

    A biblia diz não temam aquilo que mata a carne ou o corpo mais tema aquele que mata a carne que faz perecer o teu espirito nu inferno . não tenho medo destes brinquedos que sou doem um sou dia

  177. Duda Porto 21 de Maio de 2014 at 14:16 - Reply

    prof Michel,

    A igreja usava mesmo aqueles instrumentos de tortura?

    Para que a igreja fazia aquilo coma as pessoas?

  178. fabalo 22 de Maio de 2014 at 9:21 - Reply

    adorei essa pagina…….. muito boa

  179. #Anônimos 29 de Maio de 2014 at 14:43 - Reply

    Gostei muito dessa pagina… pra fazer trabalho de historia é esselente gostei mesmo nota 10 😀 🙂

  180. amanda 30 de Maio de 2014 at 16:33 - Reply

    gostei muito ate keria ter um desse em casa para matar os ladroes

  181. julia 30 de Maio de 2014 at 16:33 - Reply

    odiei fiquei com medo caramba crus credo viu!!!!!!!!!

  182. Thiago 7 de junho de 2014 at 17:54 - Reply

    Só alguns comentários: estes instrumentos não são, em sua maioria, medievais – eles são invenções posteriores (basta ver as datas colocadas no próprio artigo), muitos deles do fim da Idade Média, quando a Igreja criou a Contra-Reforma, e alguns são criações Renascentistas, exatamente com a intenção de mostrar como a Idade Média era terrível.
    Uma curiosidade é que os instrumentos ficam mais terríveis conforme a Igreja passa a ter mais poder. É de pensar, né?

  183. antonio lourenço 21 de junho de 2014 at 21:15 - Reply

    so lis digo q nunca lerao joao cap.3 ver16.

  184. antonio lourenço 21 de junho de 2014 at 21:17 - Reply

    que deus tenha piedade desses malucos q. inventarao estes estrumentos de horror.

  185. Carla vitoria 1 de julho de 2014 at 14:56 - Reply

    que crueldade com os condenados 🙁

  186. Jane Cristina Aquino 16 de julho de 2014 at 14:19 - Reply

    Olhando e lendo, é muito difícil não imaginar o sofrimento de quem passou por isso e de como o ser humano é cruel em sua essência. A capacidade de criar coisas horrendas somente para infligir dor a outro ser humano, realmente é assustador.

  187. Geraldo Magela Gouveia 25 de julho de 2014 at 16:36 - Reply

    Onde posso comprar alguns desses instrumentos?
    Mercado Livre????
    Meus cunhados vem em minha casa nesse final de semana….

  188. Marcio Pinho 1 de agosto de 2014 at 16:06 - Reply

    Parabéns pelo blog! Belo trabalho!

  189. Rodolpho Neto 24 de agosto de 2014 at 15:01 - Reply

    Povinho Danado Tem muito Politico e Ladrão que merecia estes Brinquedinhos Inclusive do PT

  190. Rodrigo 28 de agosto de 2014 at 20:39 - Reply

    Ótimo material, vou postar na minha pagina caso não lhe incomodar.

  191. Flávia 1 de setembro de 2014 at 1:27 - Reply

    Salve a democracia! Mesmo que seja essa democracia que vivemos. Bem, eu sempre gostei de estudar sobre isso, a tortura, o fato é que eu discordo totalmente com quem concorda que se deve matar pessoas como punições para crimes, acho estranho ficarem falando que se sentem horrorizadas com as torturas e ao mesmo tempo dizem que não há nada demais em desafogar as cadeias matando as pessoas que estão lá!!! sei que existe muita raiva dos que matam, estupram e roubam… mas tortura-los, para mim, é o mesmo que se tornar sádicos desmiolados. Qual seria a diferença entre os que torturaram no medievo, nas ditaduras, na segunda grande guerra? e daqueles que acham justo fazer o mesmo hoje em dia? Acredito que seria a mesma coisa de, em uma hipótese muito louca, matar todos os alemães hoje por que existiu uma Alemanha Nazista! ou matar os espanhóis e portugueses por causa do genocídio para com os nativos americanos – pra mim a grande “descoberta” do novo mundo e sua colonização foi um Genocídio, mas isso é outra história… Meu ponto é que usar um crime como desculpa pra cometer outro crime é totalmente sem lógica.
    Só pra finalizar, achei muito legal seu post, gosto de ler sobre a idade média 🙂

  192. Lyah Antunes 2 de setembro de 2014 at 22:42 - Reply

    nossa cara fico so imaginando como as pessoas sofriam com todas essas coisas,que triste isso! 🙁

  193. noemi 24 de setembro de 2014 at 18:52 - Reply

    nossa que horriveo

  194. noemi 24 de setembro de 2014 at 18:53 - Reply

    nossa que horriveo nao tenho o que dizer <3

  195. Ivan 20 de outubro de 2014 at 14:55 - Reply

    Voces poderiam dizer de qual exposiçao se trata estes instrumentos de tortura, falar que e uma exposilçao itineraria, que é originada de Verona na Itália, sei muito mais dela que voces!

  196. gabrieli 21 de outubro de 2014 at 7:51 - Reply

    bom quero agradecer pois vai ajudar muito em meu trabalho de filosofia e adorei os instrumentos pena que nao sao mais utilizados algumas pessoas bem que merecem …. obrigada

  197. Marcia 14 de novembro de 2014 at 17:54 - Reply

    E toda essa malvadeza feita em nome de Deus?????? Essa é a igreja católica apóstolica romana!!!!!!!!!!!!!!!!……………

  198. taynara 20 de novembro de 2014 at 12:39 - Reply

    nossa ate imagino o tanto q eles sofria até aperta meu coraçao

  199. geovanni 23 de novembro de 2014 at 21:24 - Reply

    No século VI tornou-se o papado firmemente estabelecido. Fixou-se a sede de seu poderio na cidade imperial e declarou-se ser o bispo de Roma a cabeça de toda a igreja. O paganismo cedera lugar ao papado. O dragão dera à besta “o seu poder, e o seu trono, e grande poderio”. Apoc. 13:2. E começaram então os 1.260 anos da opressão papal preditos nas profecias de Daniel e Apocalipse. (Dan. 7:25; Apoc. 13:5-7.) Os cristãos foram obrigados a optar entre renunciar sua integridade e aceitar as cerimônias e culto papais, ou passar a vida nas masmorras, sofrer a morte pelo instrumento de tortura, pela fogueira, ou pela machadinha do verdugo. Cumpriam-se as palavras de Jesus: “E até pelos pais, e irmãos, e parentes, e amigos sereis entregues, e matarão alguns de vós. E de todos sereis odiados por causa de Meu nome.” Luc. 21:16 e 17. O GRANDE CONFLITO pág 54

  200. Elene Camile Maximo Barreto 3 de dezembro de 2014 at 10:06 - Reply

    Eu queria saber sobre o cepo… Por que não tem ? Muita gente vai nesse site em busca do cepo !!! Eu queria fazer meu trabalho do 9 º ano !!! Desculpa, mais queria o cepo e sua imagem !! por favor coloque o cepo, estou necessitando !!

  201. Luiza santos 6 de dezembro de 2014 at 14:32 - Reply

    Concerteza são horrives esses instrumentos, mas o cavalete na minha opinião é bem cruel, receber altas doses de água e depois receber pulos do carrasco com um objeto cortante nas costas, ai que dor viu…

  202. Fernandes 23 de dezembro de 2014 at 10:51 - Reply

    Realmente essa a igreja católica é do inferno mesmo!! Os Papas mandavam torturar. E sempre achavam um novo modo de torturar bem chocante para eles se deliciarem com a cena. Sempre aprimoravam os instrumentos de tortura ou acrescentavam mais crueldades neles. E tudo isso não era só para conseguir a confissão, mas para se deliciarem com as crueldades. Oh!! povo ruim, realmente eram do inferno!!!

  203. Renato 5 de Janeiro de 2015 at 17:42 - Reply

    Acho que deveríamos fazer os padres provarem um pouco de cada.

  204. Raphael 9 de Janeiro de 2015 at 22:55 - Reply

    Eu acho se esses instrumentos de tortura fossem utilizados hoje não existiria tantos crimes

  205. Marcelo Ferreira 2 de Fevereiro de 2015 at 16:02 - Reply

    Raphael, esse instrumentos são chamados medievais, mas a tortura existe nos dias atuais, aqui no Brasil inclusive, basta ver o que passam os bandidos em nossos presídios, em delegacias ou dentro de viaturas da polícia. Tortura não reduz criminalidade. Isso sem contar que, naquela época, dificilmente ricos e poderosos sofreriam esses suplícios, nos dias atuais somente pobres passam por isso, muitas vezes, sem ter a culpa comprovada.

  206. Marcelo Ferreira 2 de Fevereiro de 2015 at 16:06 - Reply

    Para mim, pior que o serrote não há. Ser serrado até o umbigo, começando pelas genitálias… não dá pra imaginar um sofrimento assim.

  207. weslei 3 de Março de 2015 at 11:38 - Reply

    pessimo

  208. ingridi 10 de Março de 2015 at 22:16 - Reply

    gente q horror

  209. Edna Alves dos Santos 12 de Março de 2015 at 15:41 - Reply

    “Quais instrumentos de tortura a Igreja está utilizando?
    Desculpe a sinceridade!”

  210. murilo sebastiao de lima filho 8 de Abril de 2015 at 10:15 - Reply

    como so muito foda sei que quem usava aquillo sentia muita dor mas nao era a intençoes de matar so para machucar ;]

  211. Jeniffer 17 de Abril de 2015 at 19:25 - Reply

    Muito boa a matéria!

  212. pedro 20 de Abril de 2015 at 9:05 - Reply

    o pior para mim com certeza é a mesa do evisceramento imagina vc sendo esquartejado e vendo os órgãos fora do corpo junto com os seus membros

    • Johnny Questão 20 de Abril de 2015 at 20:14 - Reply

      Pois é. Mesa de evisceração ganha de lambuja o título de pior instrumento de tortura!

  213. mirielly 26 de Maio de 2015 at 11:14 - Reply

    so istrumento cabuloso mano

  214. evilly kaline 2 de junho de 2015 at 15:07 - Reply

    eu to caçando esse tipo de instrumentos só não sei realmente se e do tempo medieval.

  215. Andreia 23 de junho de 2015 at 22:08 - Reply

    QUE HORROR !!!! o ser humano FOI e ainda é muito perverso. é inacreditável a imaginação para criar esses instrumentos para torturar o outro….qta criatividade para o mal…

  216. Edson 27 de julho de 2015 at 23:26 - Reply

    O homem é um ser sarcástico, egoísta, desumano, inimigo do seu próprio semelhante.Tudo era válido na hora da tortura e da morte, tanto na Idade Média, como no mundo de hoje.Nada mudou de quinhentos anos atrás…. até quando?

  217. rodrigo 4 de agosto de 2015 at 21:15 - Reply

    a meu amigo edson a tortura agora são as drogas que deus nos ajudem a nós e a nossos filhos

  218. sophia 2 de setembro de 2015 at 22:17 - Reply

    Nossa aquele esmaga seios eita q as mulheres naquele tempo sofriam muito oh…. Mas tem umas mulheres nesse mundo q precisam um pouco disso pra ver o que qui é bom pra tosse !!!!

  219. Sara 16 de Fevereiro de 2016 at 7:37 - Reply

    Além da dor física, os instrumentos também era utilizados como aplicação de dores morais e humilhação ao reu.
    Ainda hoje a tortura é utilizada e de formas tão crueis quanto às descritas.
    Achei interessante a postagem, que dá para discutir com os alunos a questão dos direitos humanos na atualidade, partindo de relatos de tortura no período medieval.
    Grata, profa. Sara Pacheco – Teixeira de Freitas – BA.

  220. Karina bermardes 26 de Fevereiro de 2016 at 12:05 - Reply

    Nossa horrível, estou estudando sobre isso.
    Amo estudar sobre os materiais de tortura e interessante.

  221. alda 1 de Abril de 2016 at 12:39 - Reply

    Os tempos ja foram bem dificeis. A cadeira inquisitoria nao tem comparacao!

  222. Cecilia maria duda 30 de Abril de 2016 at 7:59 - Reply

    Fiquei triste de saber que um tempo existiu tantas desumanidade com muita falta de amor e compaixão.

  223. Andrielly 2 de Maio de 2016 at 16:49 - Reply

    Eu nao achei oque eu queira, tem muito poco aqui

  224. julia 19 de julho de 2016 at 11:15 - Reply

    o pior é o empalador ao contrario

  225. Gustavo Lutkmeier de Oliveira 29 de outubro de 2016 at 20:52 - Reply

    Todos estes instrumentos fotografados são originais e únicos? Pode-se afirmar que todos foram utilizados na época da Inquisição?

  226. Anti-Christ 9 de dezembro de 2016 at 19:48 - Reply

    Diante de tudo isso que podemos ver, a igreja católica que foi vista como um mal falível, era quem governava naquele tempo.

  227. Alessandra 20 de Março de 2017 at 21:07 - Reply

    Bem interessante. Meus professores ja falaram de alguns desses instrumentos e ja mostraram fotos. E a reação da turma foi de horror e de nojo e alguns supostamente tiveram pesadelos.

  228. gabi 6 de junho de 2017 at 21:59 - Reply

    horrivel, todos sinceramente não sei como conseguiram fazer isso com pessoas, só estou vendo isso por causa de um trabalho e de um professor que disse que queria fazer a turma vomitar vendo epoca medieval

  229. coco 13 de junho de 2017 at 10:06 - Reply

    tenho 6 desses aí aqui em casa

  230. kamile 23 de junho de 2017 at 17:09 - Reply

    meu que orrivel ,imagine isso em nós deve ser uma dor danada , sou aluna e fiquei chocada meu prof Valmir me indicou esse site e amei o site porque conheci muito mas detestei as formas de tortura com tanta coisas para eles na quela época inventarem e foram perder tempo com essas coisas só por causa de gente assim.
    Mas o site foi ótimo , obg.

  231. kamile 23 de junho de 2017 at 17:14 - Reply

    Digo só uma coisa a vcs , viva a Dilma
    A eu sou do partido dela

  232. Glycerio 4 de Fevereiro de 2018 at 12:38 - Reply

    Tudo ocorreu aos olhos de Deus, e, continua sendo feita toda especie de tortura. Verdadeira roubalheira, exploração, mentiras impostas aos incautos necessitados, e usam o nome de Jesus; Estão aí, Edir Macedo, RR Soares, Valdomiro, o Pastor a Plenitude, Malafaia e outros.

Leave A Comment