Home/Resumos/Resumo: Índia Antiga

Resumo: Índia Antiga

agosto 11th, 2011|Resumos|35 Comments


No Resumo: Índia Antiga, você vai conhecer aspectos históricos relacionados à antiga civilização da Índia, seus períodos históricos, seus aspectos culturais, a importância da religião na construção da identidade indiana, o papel do budismo, do hinduísmo e questões econômicas. Ao terminar de ler o conteúdo, faça o quiz e teste seus conhecimentos.

  • Quiz sobre Índia Antiga: Teste seus conhecimentos sobre este assunto com o quiz. Aprenda os principais conceitos desta aula e fique fera nas avaliações.
Resumo-India-Antiga-I

Clique na imagem para ampliar

Resumo-India-Antiga-II

Clique na imagem para ampliar

Resumo-India-Antiga-III

Clique na imagem para ampliar

Preparamos uma apostila completa para você, com TODOS OS RESUMOS DE HISTÓRIA GERAL E CENTENAS DE QUESTÕES E EXERCÍCIOS para você arrebentar nos seus estudos e detonar no Enem e vestibulares. Adquira já o seu!

Apostila Completa de História Geral

Resumo-India-Antiga-IV

Clique na imagem para ampliar

Resumo-India-Antiga-V

Clique na imagem para ampliar

Resumo-India-Antiga-VI

Clique na imagem para ampliar

Resumo-India-Antiga-VII

Clique na imagem para ampliar

35 Comments

  1. Vinicius 17 de Março de 2014 at 20:59 - Reply

    Michael, adorei o resumo, porém ha um pequeno erro: a civilização indiana teve inicio no rio Indo, e não no Ganges. A Civilização do Vale do Rio Indo foi a primeira da Índia e uma das primeiras do mundo. Mas teve seu fim e não sabemos o porque. Nas verdade não conhecemos essa civilização antiga porque sua forma de escrita ainda não foi decifrada.

  2. Klaus do Iate 21 de Março de 2014 at 9:48 - Reply

    O que se sabe da civilizaçao harapense é que ela já comerciava com os sumerios porque recebia navios deles. Que já plantava arroz e criava elefantes. Que tinha sistema de esgoto desenvolvido, mas que foi perdido, só reapareceria algo similar em Roma milênios depois. Que já tinha o deus Shiva, que tinha lingua drávida (hoje restrita ao sul indiano), que tinham pel mais escura que árias, que se desmantelou por questóes internas muito anos antes da chegada dos árias. Alguns estudiosos da civilizaçao harapense creem que no seu auge a civilizacáo era como um Egito politicamente unificado tendo o como eixo-Nilo o rio Indo, cercado pelo clima desertico do atual Paquistão, um governo capaz de coagir ou convencer as pessoas a grandes obras publicas (canais de irrigaçao do arroz, construir esgoto encanado, drenar pantanos para canaviais).

  3. Klaus do Iate 21 de Março de 2014 at 9:56 - Reply

    Ao contrário da China, a geografia da Índia é muito diversa como a da Europa, o que dificultava a Unificaçao politica, que até ocorria, mas com pouca duraçao. Na maioria do tempo, vivendo sob verios Estados rivais, a geraçao de ideias era muito facilitada, dái a riqueza de religioes, filosofias e uma matemática pratica e criativa. Se algo fosse proibido por um rajá, o pensador só precisava fugir para o reino vizinho rival onde seria apoiado certamente.

  4. Klaus do Iate 21 de Março de 2014 at 10:00 - Reply

    Os imperios persa e seleucida tinha provincias dentro do mundo indiano. Alías o termo Índia, vem do persa, sindhu que significa rio. A satrapia do Rio (do rio Indo) ,mas tarde cedeu nome a todo subcontinente pelos povos estrangeiros vindos do oeste. Os persas tinham cultura e lingua semelhantes aos árias, mas enfrentaram ativa resistência e por isto nao avançaram muito India adentro. E nem Alexandre o grande! Para os indianos sua terra é Bharatha ( a Tradição).

  5. Klaus do Iate 21 de Março de 2014 at 10:03 - Reply

    Gregos e romanos tinha amplo contato comercial com a India atraves do Mar Vermelho e Oceano Indico, onde velejavam de Alexandria, ao sabor das monçoes e aportavam no entreposto comercial na foz do Indo, que chamavam de Barbaricum Indicus. Cronistas romanos se lamuriavam porque diziam que o imperio romano fachava uma balança comercial negativa com a India.

  6. Klaus do Iate 21 de Março de 2014 at 10:10 - Reply

    Os periodos de unificaçao politica da India apesar de geralmente durar pouco impressionavam os indianos. Enquanto o eixo da civilizaçao harapense era o Indo, o eixo da India ariana era o Ganges. Um de seus 16 reinos maiores era Magadha e de lá saiu o primeiro conquistador nativo que deu origiem a dinastia Maurya, Chandragupta, que tinha sido oficial do Alexandre , o Grande! Deve ter aprendido muito com ele. Apesar de tradiçao guerreira ariana ser mais antiga (eles inventaram o prototipo de xadrez que exportaram para Persia e daí para Europa). Um outro rei maurya se converteu ao budismo e renunciou a expandir o imperio Maurya: Asoka. Asoka tem uma relaçao com esta religiao parecida com a relaçao entre cristianismo e Constatinus. Hoje o budismo foi praticamente varrido da India, mas antes disso, a atividade missionaria muito estimulada por Asoka possibilitou que ele alcançasse o Egito Ptolomaico (onde gorou) e a China (onde prosperou muito).

  7. Klaus do Iate 21 de Março de 2014 at 10:25 - Reply

    A dinastia Maurya foi seguida por um enorme periodo de diversidade politica encerrada na conquista PARCIAL da India pela primeira serie de povos arqueiros montados vindos da estepe eurasiática: yueh-chi, tambem chamados de tocarios ou kushanas. O imperio Kushana, juntamente com os imperios partio,han(chinês) e romano, formou o periodo dos 4 impérios que formaram pela primeira vez a segura Rota da Seda. O eixo do imperio era o rio Indo e o reino de Magadha lhe escapava. O imperio perdeu suas mais preciosas provincias para o Segundo Imperio Persa (sassanida). Do Magadha, surgiu um novo imperio nativo indiano que conscientemente tentou imitar a dinastia Maurya, chamando-se de os Guptas,mas seu sucesso foi menor. Tanto o imperio Gupta quanto o Sassanida sofreram com hunos. Para os Guptas, os hunos foram fatais. Hunos ficaram na India, onde eram conhecidos como Rajaputros. Todos os invasores bem sucedidos acabavam culturalmente se indianizando, mas no seculo VIII, os exercitos islamicos vieram dispostos a converter ou exterminar todos os hinduistas. Todo eixo do Indo e a regiao de Bangala foram islamizadas. Os mongois e turcos vieram também e venceram e se islamizaram. Um grande conquistador Timur , o manco fundou um império que abrangia boa parte da India e territorios nao-indianos. Sua dinastia foi escorraçada fora da India, mas os Timúridas prosperaram muito dentro da India que conquistaram quase toda mesmo com apoio dos recem-chegados europeus aos rajás ainda hinduistas. Boa parte do sucesso dos Timúridas veio de sua tolerância com súditos hinduistas apesar deles manterem seu islamismo familiar. Um de seus imperadores foi o construtor do Taj Mahal, com a política de tolerância religiosa anulada e a intromissào cada vez maior dos comerciantes ingleses, o imperio caiu e foi totalmente conquistado pelos ingleses.

  8. Klaus do Iate 21 de Março de 2014 at 10:29 - Reply

    O periodo de mais notavel unficaçao política foi o Raj (periodo do governo inglês) , a India entao abrangia a atual India, Bangala (Bangladesh), Paquistào, Nepal, Birmânia (atual Mianmar). Sabiamente os governantes ingleses esqueciam seu racismo e alistavam indianos em massa no seu exercito, admitiam cidadania inglesa, mantinham a ficçao que sua rainha era o marajá da India. Os exercitos feitos de indianos ajudram muito na conquista de territorios africanos e guerrearam pela Inglaterra nas duas guerras mundiais.

  9. Klaus do Iate 21 de Março de 2014 at 10:34 - Reply

    O jainista Gandhi, com educaçao inglesa, foi o artifice da independencia indiana, mas imediatamente ao se conseguir a independencia, a India se desagregou e a guerra religiosa entre hinduistas e islamicos se reavivou com força inédita, graças a tecnologia militar ocidentalizada. Nao se sabe se isto estava nos planos dos ingleses da época do fim do Raj, mas isto facilitou muito a vida dos ingleses que lidando com 4 a 6 interlocutores mantêm um forte dominio economico, tecnologico e cultural dos Estados-sucessores no subcontinente.

  10. Klaus do Iate 21 de Março de 2014 at 10:35 - Reply

    Parabens,novamente, prof Michel pela sua capacidade de síntese de uma cultura tão rica e tão duradoura.

    • Michel Goulart 21 de Março de 2014 at 15:00 - Reply

      E seus comentários sempre enriquecendo o conhecimento de nossos jovens. Obrigado!

  11. Klaus do Iate 21 de Março de 2014 at 10:36 - Reply

    É uma pena que entre as diversas semelhanças entre as civilizaçoes egipcia e harapense , não haja uma pedra de Rosetta.

  12. Klaus do Iate 21 de Março de 2014 at 12:08 - Reply

    Antes de Chandragupta, discipulo de Alexandre o grande inaugurar o primeiro imperio indiano, os rajá já tinham uma tradiçao guerreira pragmática apesar de algumas restriçoes postas pelos brâmines pela sua visão sagrada da guerra. Um primeiiro ministro do rajá do Magadha, chamado Kautilia, tinha pensamento idêntico ao de Maquiavel: Todos os rajás que fazem fronteira com teu reino são o Inimigo, todos os que fazem fronteira com ele,mas nao contigo são o Amigo. Mas atente, rajá, que uma vez que o Inimigo seja vencido, o Amigo fará fronteira contigo…

  13. Klaus do Iate 21 de Março de 2014 at 12:12 - Reply

    O jiu-jitsu nasce na India. Armas como o maluco chicote-espada, o útil kurkri, o nao-confiável elefante de guerra também são indianos.
    Os pacíficos yôga e o jainismo também.

  14. Rafael 19 de Maio de 2015 at 13:23 - Reply

    Vlw mano vc e foda eu precisava disso para um trabalho de artes vou divulgar para meus amigo <3

  15. vitoria maria 19 de Maio de 2015 at 19:51 - Reply

    achei muito interessante pois fala o que realmente interessa e nao fica inrrolando e falando coisas que nao entendemos e um resumo rapido de intender a e brigado pela ajuda com meu trabalho de historia

  16. Brunna 15 de junho de 2015 at 11:39 - Reply

    Adorei,e concordo com os comentários são válidos e ajudam bastante a quem está lendo e pesquisando

  17. Cristina Adams 30 de julho de 2015 at 21:47 - Reply

    Parabenizo Klaus pelo seu conhrcimento!!!

  18. jorge 4 de agosto de 2015 at 16:09 - Reply

    GOSTEI DESTE RESUMO, SO QUE GOSTARIA DE SABER O PORQUE QUE A VACA E SAGRADA, SERÁ POR FORNECER O LEITE?

  19. Bárbara 8 de setembro de 2015 at 9:04 - Reply

    Ola!
    Também gostei muito de seu artigo, estou fazendo um Paper sobre a cultura Indiana, poderia me passar mais algumas digas para meu trabalho.

    Grata.

  20. MELLY QUINNE 2 de dezembro de 2015 at 18:36 - Reply

    me passaram um trabalho de historia ta ai achei o assessório praticamente trabalho feito amei foi bastante fundamental

  21. larissa 18 de dezembro de 2015 at 20:02 - Reply

    muito bom esse resumo delicia

  22. giovana 12 de Maio de 2016 at 17:37 - Reply

    ola o que significa buda sou do 6 ano tenho prova terça

  23. Karina 22 de Maio de 2016 at 14:17 - Reply

    Aqui na sua pagina não tem nada sobre a Religião ,Cultura e comida Indiana não???

    • Michel Goulart 22 de Maio de 2016 at 16:12 - Reply

      Tem tudo isso aí, menos comida, apesar que as especiarias entram na culinária indiana.

  24. sarah saffi 29 de junho de 2016 at 15:50 - Reply

    nao gostei desse site

  25. katrina 13 de julho de 2016 at 9:27 - Reply

    katrina, não gostei do seu comentario

  26. Isadora 9 de agosto de 2016 at 10:45 - Reply

    eu gostaria de saber sobre a india antiga e sua população

  27. guilherme 14 de agosto de 2016 at 21:44 - Reply

    obrigado ajudou muito no meu trabalho de historia muito obrigado mesmo

  28. Maria Eduarda 4 de novembro de 2016 at 19:51 - Reply

    Precisava muito …
    Me ajudou d+ !!!
    Mtt bom <3

  29. Maria Eduarda 4 de novembro de 2016 at 19:53 - Reply

    Ameii d+
    Até vim aqui de novo kkk

  30. guilherme 12 de Fevereiro de 2017 at 16:35 - Reply

    valeu ajudou muito

  31. guilherme 12 de Fevereiro de 2017 at 16:36 - Reply

    valeu ajudou muito para o conteudo do meu trabalho

  32. Isabella 31 de Março de 2017 at 19:58 - Reply

    vlw,seu conteudo ajudou mmuuito meu trabalho amei o Website!serio ajudou metade do meu trabalho melhor q qualquer outro site
    vc me deu 6pts vou voltar qns tiver prova de historia

  33. tharsyla 6 de dezembro de 2017 at 21:39 - Reply

    eu estou fazendo um seminário sobre a índia antiga e ta faltando muitas coisas muito interesantes.
    como o sistema em castas ( mas achei interesante )

Leave A Comment