Filme: Gladiador, de 2000

Home » Filmes » Filme: Gladiador, de 2000

No filme Gladiador, de 2000, após vencer várias batalhas, o general romano Maximus quer apenas voltar para casa e rever sua família. Mas com a morte do Imperador Marcus Aurelius, Maximus é perseguido por Commodus, filho do soberano. Ao escapar da morte, o ex-general torna-se escravo de um ambicioso e velho gladiador, que o leva a participar dos jogos violentos no Coliseu e a vingar o assassinato de sua mulher e filho. A batalha será decisiva.

Capa do filme Gladiador

>> Compre na Livraria Saraiva (R$ 39,90)

>> Compre na Loja Submarino (R$ 39,90)

Dados Técnicos

Diretor: Ridley Scott
Duração: 155 min
Ano: 2000
País: EUA
Gênero: Épico
Cor: Colorido

Curiosidades

  • Gladiador era um lutador escravo treinado na Roma Antiga. O nome provém da espada curta usada por este lutador, o gladius (gládio). Eles se enfrentavam para entreter o público, e o duelo só terminava quando um deles morria, ficava desarmado ou ferido sem poder combater.
  • O filme retrata o governo de Commodus como um período de 2 anos. Na verdade, seu governo durou 12 anos.
  • Commodus era filho de Marco Aurélio. Porém, nunca matou seu pai, como mostra o filme.
  • O filme mostra batalhas que não aconteceram, catapultas que não foram usadas, uma raça de cão que simplesmente não existia nesta época e região, e inscrições em latim escritas de forma errada.
  • No filme, os oficiais gritam “fogo” para soldados com arcos e flechas. No entanto, esta expressão só passou a ser usada com o advento das armas de fogo.

Trechos do filme

Confira alguns trechos temáticos para você assistir online ou fazer download.

  • O Piedoso: Neste trecho, o imperador Commodus promove uma série de jogos no Coliseu depois de cinco anos de inatividade. Ao fim desse combate, o gladiador, já reconhecido como Máximus ganha dos espectadores a alcunha de “o piedoso”, graças a sua benevolência com o adversário derrotado. O professor poderá discutir a política do “Pão e circo” romana.
  • Ruas de Roma: Neste trecho, Commodus passeia pelas ruas de Roma com sua irmã e enfrenta os protestos da população e a desconfiança do Senado. É possível trabalhar algumas instituições políticas criadas pelos romanos.
  • Coliseu: Neste trecho, o imperador Commodus promove uma série de jogos no Coliseu depois de cinco anos de inatividade. Nessa primeira batalha, um grupo de gladiadores representa os cartagineses na batalha de Zama. Ao fim desse combate, o gladiador Espanhol revela sua verdadeira identidade diante do imperador de Roma.
By | 2014-01-20T07:10:41+00:00 24 de Janeiro de 2014|Categories: Filmes|Tags: , , , , , , |2 Comments

About the Author:

Professor, historiador e blogueiro, já trabalhei em algumas das maiores escolas públicas e particulares de Santa Catarina. Comecei a lecionar em 2001, sempre preocupado com um ensino caracterizado pela criatividade e inserção de novas tecnologias e metodologias variadas em sala de aula.

2 Comments

  1. Wm L. Lane 26 de Janeiro de 2014 at 1:18

    Após vencer várias batalhas, o general romano Maximus (Russell Crowe) quer apenas voltar para casa e rever sua família. Mas com a morte do Imperador Marcus Aurelius (Richard Harris), que desejava fazê-lo seu sucessor, Maximus é perseguido por Commodus (Joaquin Phoenix), filho do soberano. Ao escapar da morte, o ex-general torna-se escravo de um ambicioso e velho gladiador, que o leva a participar dos jogos violentos no Coliseu e a vingar o assassinato de sua mulher e filho.

  2. Klaus do Iate 26 de Janeiro de 2014 at 12:04

    Gosto do filme ,especialmente pelo rigor do visual de roupas e armas, mas ele é cheio de erros. Ele é fortemente influenciado pelo filme dos anos 60: Decadencia do Imperio Romano. Gladiador é mais cheio de erros no que tange aos eventos que ao equipmento. Por isso vou desta vez fazer defesa dele.

    1)” batalhas que não aconteceram” Quais? A guerra que o filme retrata foi a Guerra Marcomânica, que realmente foi um conflito de enorme proporção para época toda fronteira norte ardeu. Esta guerra mostrou que os germanos seculo II não eram tão faceis de serem esmagados como os do seculo I.
    2)”catapultas que não foram usadas,” Eu vi no filme os modelos onagro e escorpião fartamente atestados na iconografia e no manual de Vegetius. O modelo que não existia era o trebuchet , que não aparece neste filme.
    3)”Uma raça de cão que simplesmente não existia nesta época e região”, que raça? O cão mostrado parece um vira-lata. Forçando muito a barra parece um alsaciano (ancestral do pastor alemão). É verdade que os romanos gostavam de usar molossianos (muito parecidos com os Rotweiller atuais) como caes especificos para guerra. Mas a criatura mostrada , mas parecia ser apenas um pet do Maximus e não unidade K9. Pegaram pesado demais na critica aqui.
    4)e “inscrições em latim escritas de forma errada.” Se for no momento da pichação, lembrar que grafiteiros não estão nem aí para regras gramaticais.
    5) “No filme, os oficiais gritam “fogo” para soldados com arcos e flechas.” No entanto, esta expressão só passou a ser usada com o advento das armas de fogo.” Tenho que confirmar isto, se é que vou conseguir, mas lembrar que: a) To fire, do inglês, pode ser disparar, seja flecha, lança ou bala e b) nos tempos romanos, os inimigos podiam ser servidos com projéteis quentes (incendiários) seja no onagro, seja no escorpião.

Leave A Comment