Home/Vestibulares/Competências e Habilidades em Humanas

Competências e Habilidades em Humanas

maio 22nd, 2010|Vestibulares|8 Comments


Na Matriz de Referência do Enem, as matérias do Ensino Médio são divididas em quatro grandes áreas: Ciências da Natureza, Ciências Humanas, Linguagem e Matemática. Cada área, possui uma lista de Competências e Habilidades, que foram inseridas nos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN’s), em 1997.

Menina fazendo prova do Enem

A proposta das competências e habilidades é propiciar subsídios à elaboração e reelaboração do currículo, apresentando ideias do “que se quer ensinar”, “como se quer ensinar” e “para que se quer ensinar”. Aqui no blog, cada questão do Enem é analisada criteriosamente, com a intenção de analisar a aplicação desta proposta.

Competências e Habilidades

O MEC estabele a divisão da área de Ciências Humanas em seis competências, com cinco habilidades cada uma, totalizando trinta itens.

Competência de área 1 – Compreender os elementos culturais que constituem as identidades

H1 – Interpretar historicamente e/ou geograficamente fontes documentais acerca de aspectos da cultura.
H2 – Analisar a produção da memória pelas sociedades humanas.
H3 – Associar as manifestações culturais do presente aos seus processos históricos.
H4 – Comparar pontos de vista expressos em diferentes fontes sobre determinado aspecto da cultura.
H5 – Identificar as manifestações ou representações da diversidade do patrimônio cultural e artístico em diferentes sociedades.

Competência de área 2 – Compreender as transformações dos espaços geográficos como produto das relações socioeconômicas e culturais de poder.

H6 – Interpretar diferentes representações gráficas e cartográficas dos espaços geográficos.
H7 – Identificar os significados histórico-geográficos das relações de poder entre as nações.
H8 – Analisar a ação dos estados nacionais no que se refere à dinâmica dos fluxos populacionais e no enfrentamento de problemas de ordem econômico-social.
H9 – Comparar o significado histórico-geográfico das organizações políticas e socioeconômicas em escala local, regional ou mundial.
H10 – Reconhecer a dinâmica da organização dos movimentos sociais e a importância da participação da coletividade na transformação da realidade histórico-geográfica.

Competência de área 3 – Compreender a produção e o papel histórico das instituições sociais, políticas e econômicas, associando-as aos diferentes grupos, conflitos e movimentos sociais.

H11 – Identificar registros de práticas de grupos sociais no tempo e no espaço.
H12 – Analisar o papel da justiça como instituição na organização das sociedades.
H13 – Analisar a atuação dos movimentos sociais que contribuíram para mudanças ou rupturas em processos de disputa pelo poder.
H14 – Comparar diferentes pontos de vista, presentes em textos analíticos e interpretativos, sobre situação ou fatos de natureza histórico-geográfica acerca das instituições sociais, políticas e econômicas.
H15 – Avaliar criticamente conflitos culturais, sociais, políticos, econômicos ou ambientais ao longo da história.

Competência de área 4 – Entender as transformações técnicas e tecnológicas e seu impacto nos processos de produção, no desenvolvimento do conhecimento e na vida social.

H16 – Identificar registros sobre o papel das técnicas e tecnologias na organização do trabalho e/ou da vida social.
H17 – Analisar fatores que explicam o impacto das novas tecnologias no processo de territorialização da produção.
H18 – Analisar diferentes processos de produção ou circulação de riquezas e suas implicações sócio-espaciais.
H19 – Reconhecer as transformações técnicas e tecnológicas que determinam as várias formas de uso e apropriação dos espaços rural e urbano.
H20 – Selecionar argumentos favoráveis ou contrários às modificações impostas pelas novas tecnologias à vida social e ao mundo do trabalho.

Competência de área 5 – Utilizar os conhecimentos históricos para compreender e valorizar os fundamentos da cidadania e da democracia, favorecendo uma atuação consciente do indivíduo na sociedade.

H21 – Identificar o papel dos meios de comunicação na construção da vida social.
H22 – Analisar as lutas sociais e conquistas obtidas no que se refere às mudanças nas legislações ou nas políticas públicas.
H23 – Analisar a importância dos valores éticos na estruturação política das sociedades.
H24 – Relacionar cidadania e democracia na organização das sociedades.
H25 – Identificar estratégias que promovam formas de inclusão social.

Competência de área 6 – Compreender a sociedade e a natureza, reconhecendo suas interações no espaço em diferentes contextos históricos e geográficos.

H26 – Identificar em fontes diversas o processo de ocupação dos meios físicos e as relações da vida humana com a paisagem.
H27 – Analisar de maneira crítica as interações da sociedade com o meio físico, levando em consideração aspectos históricos e(ou) geográficos.
H28 – Relacionar o uso das tecnologias com os impactos sócio-ambientais em diferentes contextos histórico-geográficos.
H29 – Reconhecer a função dos recursos naturais na produção do espaço geográfico, relacionando-os com as mudanças provocadas pelas ações humanas.
H30 – Avaliar as relações entre preservação e degradação da vida no planeta nas diferentes escalas.

Para ter acesso ao texto completo, faça o download da Matriz de Referência do Enem.

8 Comments

  1. Rômulo 23 de maio de 2009 at 16:29 - Reply

    Michel, será que eles me aceitam em um colégio pra prestar o 2º grau novamente?
    ahuahuahuahauhauahuh
    Eu estou percebendo que eles estão apenas jogando as informações e quem esta afim de saber mais que corra atrás.
    Legal essa sua atitude de introdizur um breve prologo, isso ajuda muito.
    Abraço Michel, fica na paz!

  2. Tathiana 24 de maio de 2009 at 14:50 - Reply

    Oi Michel
    Em alguns lugares divulga-se que o ENEM valoriza as Competências e Habilidades ao invés do conteúdo e, portanto, tal característica prejudicaria os estudantes que se preparam para o vestibular tradicional. Mas essa informação é errônea: essas competências e habilidades não estão desvinculadas do conteúdo, pois esse último é a ferramenta utilizada para o desenvolvimento de habilidades e, consequentemente,de competências. É a situação de “aprender” como um todo, sem aquele decoreba que não leva ninguém a lugar algum. Mas não pensem outros estudantes que vai ser moleza,achando que nao precisa estudar para o ENEM. Engana-se quem fomenta essa idéia; pois é uma avaliação e se dará melhor quem estiver mais preparado.
    Abraços.

  3. Prof_Michel 24 de maio de 2009 at 22:41 - Reply

    Rômulo: acho que não vai precisar chegar a tanto, hehe.

    Thatiana: concordo plenamente com suas afirmações. O MEC vem sendo coerente nas diretrizes sobre os Eixos Cognitivos, Competências e Habilidades e o conteúdo a ser estudado. O aluno não vai deixar de estudar, só muda a maneira de fazê-lo.

    Um grande abraço 🙂

  4. Professora Ismaelita 13 de outubro de 2009 at 21:28 - Reply

    muito bom este post serve de incetivo além da pesquisa ,parabéns professor!

  5. Professora Ismaelita 13 de outubro de 2009 at 21:29 - Reply

    ressalvo incentivo

  6. Prof_Michel 13 de outubro de 2009 at 21:54 - Reply

    Pois é, falta completar alguns dados nas competência e direcionar para algumas questões, mas a pior parte já foi feita. Beijão

  7. cbuarques 17 de junho de 2010 at 9:33 - Reply

    Parabéns Professor,

    Seu blog tem me auxiliado muito em minhas aulas. Também sou professora de História em uma escola pública em Alagoas no município de Maragogi, segundo polo turístico do estado. Para mim tem sido uma fonte de pesquisa que tenho recomendado aos meus colegas.
    Um forte abraço,
    Cacilda Buarque – cbuarques@hotmail.com/cbuarques@gmail.com

  8. Prof_Michel 17 de junho de 2010 at 13:08 - Reply

    Que bacana, Cacilda. Fico contente que esteja sendo útil. Beijão!!

Leave A Comment

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.