15 curiosidades sobre a Páscoa

Home » Curiosidades » 15 curiosidades sobre a Páscoa

Daqui a alguns dias, vamos comemorar a Páscoa. Para muitos, a comemoração de um feriadão combinado com deliciosos chocolates. Para outros, um período de reflexão ligado a fatos ou eventos religiosos. A verdade é que a Páscoa possui uma forte tradição judaico-cristã, combinada a elementos de comemorações pagãs de culturas muito antigas. É o caso da figura do coelhinho e dos ovos de páscoa.

As datas comemorativas não servem apenas para emendar dias de descanso, mas é muito legal conhecer suas origens históricas. Além da Páscoa, temos também curiosidades sobre o dia do trabalho, assim como curiosidades relacionadas ao dia de Tiradentes. E se como eu, você também adora curiosidades, confira o artigo abaixo

Ovo Fabergé banhado a ouro

– A Páscoa cristã celebra a ressurreição de Jesus Cristo. Depois de morrer na cruz, seu corpo foi colocado em um sepulcro, onde ali permaneceu por três dias, até sua ressurreição. É o dia santo mais importante da religião cristã.

– A palavra Páscoa vem do hebraico Pessach, que significa Passagem. A Páscoa judaica, celebrada por oito dias, comemora o êxodo dos israelitas do Egito, ou seja, a “passagem” da escravidão para a liberdade. Um ritual de transição, assim como a “passagem” de Cristo, da morte para a vida.

– Os termos “Easter” e “Ostern” (em inglês e alemão, respectivamente) parecem não ter qualquer relação etimológica com o Pessach (Páscoa). As hipóteses mais aceitas relacionam os termos com Estremonat, nome de um antigo mês germânico, ou de Eostre, uma deusa germânica relacionada com a primavera.

– O ovo aparece em muitas tradições antigas como um símbolo da vida, ou do início dela. Civilizações não-cristãs utilizaram o ovo, inclusive decorado para comemorar o equinócio da Primavera e a Vida. O cristianismo absorveu e adaptou a tradição, mesclando-a com seus rituais.

– Os Ovos Fabergé tiveram origem na Rússia, em 1895. O Czar Alexandre III procurava por um presente de Páscoa para sua esposa, entrando em contato com o joalheiro Peter Carl Fabergé.  Foi feito então um ovo folheado a ouro que se abria, revelando uma gema dourada, contendo uma pequena galinha de ouro com olhos de rubi.

Pessoas dançando próximo ao grande Ovo de Vegreville

– A prática de decorar os ovos pode ser traçada desde os antigos cristãos da Grécia e Síria, que trocavam os ovos tingidos de vermelho carmim para representar o sangue de Cristo.

– O maior ovo de páscoa do mundo foi construído na cidade de Vegreville, em Alberta, no Canadá, em comemoração ao centenário da formação da Real Polícia Montada Canadense. O ovo tem nove metros e é uma pêsanka, feita de alumínio permanente anodizado em dourado, prateado e bronze.

– Na Inglaterra, durante a Idade Média, o rei Eduardo I tinha o hábito de banhar ovos em ouro e oferecer de presente durante a Páscoa a amigos e aliados. No século XVIII, os franceses começaram a fazer ovos de chocolate.

– De acordo com lendas, um antigo professor nas Bermudas precisava de uma maneira simples mas efetiva de demonstrar a ascensão de Cristo ao Paraíso, e usou uma pipa decorada com a imagem de Jesus para ilustrar o conceito aos seus alunos. Como resultado, na Sexta Feira Santa as pipas são uma tradição na ilha.

– A tradição de alegria assume características um pouco menos compatíveis com o ideal cristão de compaixão e perdão na Queima de Judas, mais comum na América Latina e Grécia, porém não tão popular nas demais nações cristãs do mundo. Neste ritual, um boneco representando Judas é espancado ou queimado.

Representação da deusa da primavera Eostre

– Explicações para a figura pitoresca do coelhinho geralmente estão ligadas ao antigo festival anglo-saxão da deusa da primavera, Eostre, cujo símbolo era um coelho, ligado à fertilidade.

– A tradição do coelho da Páscoa foi trazida à América por imigrantes alemães por volta de 1700. Osterhase, o coelho, traria ovos coloridos na Páscoa para as crianças, escondendo para que elas encontrassem depois.

– Os cristãos ortodoxos na Etiópia celebram a Páscoa de uma a duas semanas após a igreja ocidental, sendo que às vezes as datas coincidem. A Fasika (Páscoa) tem oito dias de jejum de carne e laticínios.

– Na Suécia e partes da Finlândia, um mini Halloween acontece na quinta ou sábado antes da Páscoa. Garotinhas se vestem de bruxa, com trapos e roupas velhas e vão de porta em porta pedir doces.

– Na Índia, os hindus têm um festival chamado Holi. É o momento em que toda a população de religião hindu reúne-se para lembrar, dançando e tocando flautas, como o deus Krishna apareceu. É costume que o dono da casa marque a testa de seus convidados com um pó colorido.

By | 2016-03-27T18:45:50+00:00 5 de Abril de 2012|Categories: Curiosidades|Tags: , , , |11 Comments

About the Author:

Professor, historiador e blogueiro, já trabalhei em algumas das maiores escolas públicas e particulares de Santa Catarina. Comecei a lecionar em 2001, sempre preocupado com um ensino caracterizado pela criatividade e inserção de novas tecnologias e metodologias variadas em sala de aula.

11 Comments

  1. Thulio Aquino 13 de Abril de 2012 at 22:40

    primeiramente gostaria de parabenizá-lo pelo site que realmente é muito bom. Porém gostaria de corrigi-lo quanto a Páscoa, a palavra passagem não se relaciona somente a passagem da escravidão para liberdade, mas também a “passagem” do anjo na última praga. A bíblia diz que o anjo da morte, passou por cima dos filhos de Israel, mas não matou seus primogênitos, somente os filhos dos egípcios. Espero ter contribuído.

  2. Michel Goulart 14 de Abril de 2012 at 13:54

    Quer dizer que a “passagem”, de Páscoa, também tem a ver com a descida do anjo da,morte? Não tem muito sentido este fato ser comemorado, tem?

  3. nathi 21 de Março de 2013 at 19:52

    nada ver!!!!!!!!!!!!!!

  4. cici 22 de Março de 2013 at 10:47

    nao faz sentido nenhum

  5. Klaus do Iate 27 de Março de 2013 at 8:25

    Pensava que a palavra grega correspondente ao Pessach (passagem) fosse Exodo (saída). Saída donde? Do Egito. E para os islâmicos seria um movimento comparável e digno de ser festejado como a Hégira (saída). Donde? De Meca.

  6. maily 30 de Março de 2013 at 18:55

    neste site ha sertas coisas que nao fazem completamente nenhum sentido

  7. Michel Goulart 30 de Março de 2013 at 19:43

    E que “sertas” coisas seriam estas?

  8. julliana 31 de Março de 2013 at 17:41

    A PÁSCOA É UMA FESTA CRISTÃ QUE CELEBRA A RESSURREIÇÃO DE JESUS CRISTO.DEPOIS DE MORRER NA CRUZ,SEU CORPO FOI COLOCADO EM UM SEPULCRO,ONDE ALI PERMANECEU,ATÉ SUA RESSURREIÇÃO

  9. Iris 12 de Março de 2014 at 14:00

    A origem da páscoa vêm do povo hebreu, por isso da origem da palavra ser em hebraico “PESSACH” que significa passagem. Os judeus comemoram o êxodo, ou seja, a libertação dos escravos hebreus do egito (o filme “o pricipe do egito” da Disney relata justamente esse periodo, Moisés, 10 pragas, etc.). A Páscoa cristã comemora a ressurreição de cristo e acontece bem próximo da páscoa judaica, pois a última ceia foi exatamente a comemoração da noite de páscoa judaica por Jesus e seus 12 apóstolos.

  10. michelly 27 de Março de 2014 at 15:19

    a pascoa tem muito chocolate
    kkkk!

  11. Julia 13 de Abril de 2014 at 13:51

    O Príncipe do Egito é da DreamWorks..

Leave A Comment