A Primeira Guerra Mundial (1914-1918) foi um conflito marcante que envolveu um grande número de países, das mais diferentes partes do mundo. Dentre as inúmeras consequências deste conflito, uma das mais importantes foi a mudança da geografia europeia, antes dominada por uma grande quantidade de Impérios que acabaram rivalizando, dando origem ao conflito. Sendo assim, conheça 4 Impérios Europeus que Desmoronaram ao Fim da Primeira Guerra.

1- Império Otomano

Mehmed VI, o último sultão, deixando o país após dissolução do Império (1922)

O Império Otomano (1299-1922) foi o mais antigo dos Impérios Europeus e também o que mais tempo durou após o fim da Primeira Guerra Mundial. Surgiu no final do século XIII, na região da Anatólia, na Ásia. A partir de 1354 se tornou um Império multicontinental, tendo conquistado a cidade de Constantinopla, em 1453. Este fato marca o fim do Império Bizantino e, oficialmente, o início da Idade Moderna. Durante o reinado de Solimão, o Magnífico, o Império Otomano atingiu o seu auge, controlando grande parte da Europa, da Ásia e do norte da África. No decorrer dos séculos XVII e XVIII, o poder militar otomano foi ficando defasado. Ainda assim, aliou-se ao Império Alemão na Primeira Guerra. Alguns anos após a derrota no conflito, em 1922 o Império se dissolveu, transformando-se na República da Turquia.

2- Império Russo

Primeira Guerra

Vista da Cidade de Moscou, em 1867

O Império Russo (1721-1917) foi um dos maiores impérios da História, cujo território envolveu três continentes: Europa, Ásia e América. Em massa territorial, só perdia para o Império Britânico e para o Império Mongol. Apesar de ser predominantemente agrícola, a Rússia foi gradativamente se industrializando. O Império Russo iniciou uma grande expansão no reinado da imperatriz Catarina a Grande (1762-1796), que expandiu o território através de inúmeras conquistas e um processo de colonização que se estendeu no século XIX. No reinado de Alexandre I (1801-1825), a Rússia derrotou o poderoso exército de Napoleão Bonaparte. O Império Russo teve fim com o processo revolucionário bolchevique de Fevereiro de 1917. A derrocada de um dos grandes Impérios Europeus.

3- Império Áustro-Húngaro

O Império Áustro-Húngaro (1867-1918) teve início com a união constitucional entre o Império Austríaco e o Reino da Hungria. Por unir duas coroas, o Império foi um estado multinacional e uma das maiores potências ocidentais da época. Foi o segundo maior território europeu, atrás apenas do Império Russo; e foi o terceiro mais populoso, atrás apenas do Império Russo e do Império Alemão. O país se tornou também a quarta maior indústria de construção de máquinas e a terceira maior exportadora de eletrodomésticos do mundo. O Império Áustro-Húngaro foi dissolvido em 1918, com a derrota na Primeira Guerra Mundial, através da assinatura do Armistício de Villa Giusti, entre italianos e áustro-hungaros.

4- Império Alemão

Primeira Guerra

Proclamação do Kaiser Guilherme I, de Anton Von Werner (1877)

O Império Alemão (1871-1918) teve início com o processo de Unificação Alemã, em 1871. Este processo integrou os estados-membros da Confederação Germânica sob governo do imperador (Kaiser) Guilherme I. A Alemanha imperial viveu um período de grande crescimento no fim do séc. XIX, com forte desenvolvimento econômico e construção de um vasto ramal ferroviário. Investiu também na indústria bélica, o que acabou se tornando um dos motivos da Primeira Guerra Mundial. Entre 1879 e 1882 forma, com a Áustria-Hungria e a Itália, a chamada Tríplice Entente. O Império Alemão teve fim com a renúncia de Guilherme II em 1918, após a derrota alemã na Primeira Guerra Mundial.