5 imperadores romanos malucos

Home » Curiosidades » 5 imperadores romanos malucos

Atualmente, os historiadores questionam a “loucura” dos imperadores romanos. Loucura esta que ficou no imaginário popular e foi largamente difundida pelo cinema hollywoodiano. Ocorre que, na História, muitas bizarrices são narradas por inimigos políticos, que contam uma versão particular do fato, às vezes aumentando, às vezes distorcendo os fatos.

De qualquer forma, as loucuras dos imperadores que serão expostos nesta lista, nunca foram historicamente negados. Portanto, ainda existe um fundo de verdade. Esta lista foi extraída e adaptada do Mundo Estranho.

1- Cômodo

Busto do Imperador Romano Cômodo

Cômodo foi imperador de 177 a 192. Costumava descer à arena para lutar como gladiador em violentos espetáculos públicos. Mas, ao contrário do que acontecia nos combates comuns, o imperador não corria grandes riscos: seus adversários sempre o deixavam vencer e depois tinham as vidas poupadas. Além de se achar um gladiador invencível, Cômodo acreditava ser o semideus Hércules e exigia que o adorassem como tal.

2- Nero

Busto do Imperador Romano Nero

Nero foi imperador de 54 a 68. Ele foi responsabilizado pela morte de sua própria mãe, de sua primeira esposa e de ter mandado envenenar um meio-irmão. Provavelmente não foi Nero quem provocou um incêndio arrasador em Roma. Mas isso não limpa seu “currículo” de outras bizarrices, como o suposto hábito macabro de lançar cristãos a cães ferozes e esfomeados, que os despedaçavam vivos.

3- Heliogábalo

Busto do Imperador Romano Heliogábalo

Heliogábalo foi imperador de 218 a 222. Com um comportamento pra lá de excêntrico, castrou-se publicamente em nome de um culto religioso. Em outro momento, tentou impor aos romanos a adoração de um deus estrangeiro. O povo também acreditava que Heliogábalo era travesti, crença reforçada por seu costume de indicar para altos cargos rapazes que se destacavam só pela beleza.

4- Cláudio

Busto do Imperador Romano Cláudio

Cláudio foi imperador de 41 a 54. Desconfiado de que sua esposa promovia orgias com os amantes, ele teria ordenado que ela fosse executada, juntamente com 300 suspeitos de participar das festinhas. Entre as “diversões” de Cláudio estaria o hábito de assistir às sessões onde criminosos eram torturados até a morte. Também tomava decisões folclóricas, como autorizar a livre flatulência (pum!) durante os banquetes.

5- Calígula

Busto do Imperador Romano Calígula

Calígula foi imperador de 37 a 41. A maior loucura disseminada deste imperador, é que teria nomeado seu cavalo Incitatus como cônsul, alto cargo de oficial público que tinha como principal função comandar exércitos. Inclusiva, dormia com ele na cama. Calígula ficou famoso, também, por sua crueldade e pelas baixarias. Ele teria determinado que criminosos fossem servidos vivos como refeição para animais selvagens e foi acusado de ter transado com suas três irmãs.

BÔNUS

Adriano

Busto do Imperador Romano Adriano

Adriano foi imperador de 117 a 138. Admirador da cultura grega, Adriano decidiu reconstruir a cidade sagrada dos judeus, Jerusalém, adotando o estilo grego. Esse “capricho” teria agravado a insatisfação dos judeus, que iniciaram uma violenta revolta contra Roma. Chegou, também, a ser chamado de “Nero bem-sucedido” pela megalomania de suas obras públicas – por onde passava, fazia grandes monumentos.

By | 2014-01-22T18:26:09+00:00 1 de Fevereiro de 2010|Categories: Curiosidades|Tags: , , , , |45 Comments

About the Author:

Professor, historiador e blogueiro, já trabalhei em algumas das maiores escolas públicas e particulares de Santa Catarina. Comecei a lecionar em 2001, sempre preocupado com um ensino caracterizado pela criatividade e inserção de novas tecnologias e metodologias variadas em sala de aula.

45 Comments

  1. Kelsson 1 de Fevereiro de 2010 at 14:43

    Site muito bom! Parabéns! Muito louco esse Calígula! 😀

  2. Elvis 1 de Fevereiro de 2010 at 14:45

    Nero ganharia este concurso!

  3. Prof_Michel 1 de Fevereiro de 2010 at 14:46

    Só o calígula? rss

  4. Prof_Michel 1 de Fevereiro de 2010 at 15:01

    Elvis, o Nero era extremamente louco a ponto de ter matado vários membros da família. Mas a loucura aqui é mais abrangente, pois envolve também excentricidades, como a castração pública e a liberação de peido nos banquetes. É mole?

  5. concentrado 1 de Fevereiro de 2010 at 17:01

    Um belo artigo.Parabéns.

  6. Elvis 2 de Fevereiro de 2010 at 12:07

    Poderia colocar um post sobre guerra de secessão

  7. Prof_Michel 2 de Fevereiro de 2010 at 13:34

    Ok, Elvis, gostei da sugestão. Anotada e resolvida. Acesse aí o link abaixo:

    Guerra de Secessão no História Digital

    Um grande abraço

  8. Elvis 2 de Fevereiro de 2010 at 13:38

    Obrigado Professor!

  9. Carlos 4 de Fevereiro de 2010 at 13:41

    Lista muito boa, parabéns.
    Certamente, o Nero é o mais "pop", mas o Calígula o mais "loucão".

  10. Prof_Michel 4 de Fevereiro de 2010 at 13:42

    Valeu, Carlos. Concordo com vc 🙂

  11. Diego 20 de Fevereiro de 2010 at 20:32

    po, de 37 a 68, 3 loucos segudis, nao é mole nao

  12. Prof_Michel 20 de Fevereiro de 2010 at 23:34

    Verdade, Diego. É muito louco para uma só civização, rs.

  13. José Paulo Dal Toé Pozzobon 25 de Fevereiro de 2010 at 14:17

    Nossa, como o reinado deles durou pouco! Raramente chegavam a governar 20 anos.

  14. Mayquel 3 de Março de 2010 at 11:48

    Bah, essa é a lista mais louca de todas.
    Muito boa mesmo.

  15. Marcela Letícia 29 de Março de 2010 at 15:04

    Kk…
    Queria ver o cavalo governar o exercito …
    Cavalo dormindo junto com o imperador, kk
    Só faltava ele casar com esse cavalo
    Esse Nero ae e meio louco por matar a família , mas louco mesmo e o Calígula esse sim é louco
    Kkk…

    Beijos by: Marcela

  16. Prof_Michel 29 de Março de 2010 at 15:33

    Totalmente doido, Marcela! 🙂

  17. Milla 13 de dezembro de 2010 at 23:15

    Oi,vc sabe me informar qual a versão do filme de Calígula que mostra as cenas de sexo mais pornográficas que as outras versões?
    Li esse comentário em um bate-papo e fiquei curiosa:Mas o foda do filme é a pornografia mesmo. Pensei que eu ia ver história, ou pelo menos um romance. O filme foca muito na pornografia. Qualquer coisa era motivo para mostrar transas e etc. Olha, o Calígula com sua irmã *sexo* ele conversando com Tibério *sexo* ele olha pelo buraco do busto *uia, alguém fazendo sexo*. Na maioria das vezes que Calígula ia fazer algo, era relacionado a sexo. Ótimo, então mudassem o gênero do filme para pornográfico, ora."
    Fiquei curiosa e quero muito assistir.
    Vc sabe me informar?
    Abração!

  18. Prof_Michel 14 de dezembro de 2010 at 8:19

    Oi, Milla, essa versão do Calígula eu não conheço, mas concordo com a tua visão de que o filme deveria ter sido classificado como pornográfico, hehehe

  19. klaus do iate 26 de Março de 2012 at 9:30

    Poxa, Adriano nao era tao maluco, podia colocar o Domiciano no lugar.Matador de moscas, cresceu invejando o pai e o certinho rimao mais velho. Quando subiu ao poder foi a forra. E Claudio fez bom governo e até aumentou o imperio, ele quem romanizou a Britania.

  20. Sergio 22 de julho de 2012 at 11:21

    Evidenciando Incitatus, creio que o nobre equino, enquanto Consul, perturbou ou envergonhou ou irritou os patrícios à época, bem menos do que o fazem nossos políticos na atualidade; evocando Cícero:
    O tempora, O mores…

  21. Michel Goulart 22 de julho de 2012 at 18:16

    Com certeza, Sérgio.

  22. rafaela zamprogno 29 de outubro de 2012 at 18:48

    uau o mais louco q eu achei foi equele tal de Calígula, poxa aquele é o maior doidão sem duvidas!!!!!:)

  23. Gabriela 12 de novembro de 2012 at 11:58

    Professor me ajude em uma dúvida por favor:
    Em uma questão a seguinte alternativa esta incorreta:

    Entre os resultados do imperialismo romano sobressaem-se o afluxo de capitais, desenvolvimento de uma economia monetária, a concentração da propriedade fundiária e o crescimento da mão de obra servil

    Por que está errado?

  24. Michel Goulart 12 de novembro de 2012 at 12:50

    O problema está no termo “afluxo de capitais”. Não havia, no Império Romano, a noção de capital, pois o termo surgiu apenas no século XVIII. É um anacronismo, portanto.

  25. Renato Ferreira Dos Reis 13 de dezembro de 2012 at 16:48

    Caro prof. Michel Goulart, gostaria muito de saber os motivos que o levaram a incluir o quarto Imperador Romano, Tibério Cláudio César Augusto Germânico, que reinou de 41 à 51 A.D., na lista dos mais loucos, ou melhor, dos piores reinados na longa história do mais eficiente, organizado Império da história? Cláudio era um pária, um excluído do círculo de poder da família Júlio-Claudiana, uma dinastia habituada as intrigas, contra-intrigas, golpes, isto é, ao exercício do poder, Claudio era, como o próprio nome já indica, coxo, manco e além disso gago, por isso, os membros dessa dinastia como Livía Drusila, Tibério e Calígula o consideravam tolo, um ser insignificante e inócuo, Claúdio sabia disso e por isso reforçou ainda mais a sua aparência de deficiente fingindo ser inapto do que realmente era, foi devido a esse fingimento que ele escapou de décadas de perseguições, assassinatos e crimes dos reinados de terror de seus parentes, e após a execução do seu sobrinho, o famigerado e Calígula, que reinou apenas em menos de 3 anos – mas deixou sua marca, inegavelmente – foi declarado Imperador pela Guarda Pretoriana. Apesar de sua falta de experiência, Cláudio provou ser um administrador capaz e eficiente. Ele também foi um construtor ambicioso, edificando muitas novas estradas, aquedutos e canais em todo o Império. Durante seu reinado, o Império conquistou a Trácia , a Nórica a Panfília, a Lícia e a Judéia, e iniciou a conquista da Grã-Bretanha em 43 . Tinha um interesse pessoal pelo Direito, presidiu julgamentos públicos e emitiu até 20 editais por dia. No entanto, ele era visto como vulnerável durante o seu reinado, especialmente pela nobreza. Cláudio foi constantemente forçado a reforçar sua posição, o que resultou na morte de muitos senadores. Estes eventos danificaram sua reputação entre os escritores antigos, embora os historiadores mais recentes têm revisto esta opinião. Muitos autores afirmam que ele foi assassinado por sua própria esposa. Depois de sua morte, em 54, seu sobrinho-neto e filho adotivo Nero sucedeu como imperador. Para saber mais sobre Cládio e seu brilhante mais não tão reconhecido reinado recomendo os romances históricos de Robert Graves: Eu, Cláudio, e Cláudio, o Deus, considerados um dos 100 melhores romances da literatura em língua inglesa do século XX, e a série da BBC de 1976 baseada em ambos os romances, você se surpreenderá ao ver como os livros e a série logram humanizar o mais desprezado dos 12 césares, uma figura caricatural, por não ser nem especialmente cruel, nem grande general, nem depravado o suficiente, tampouco ambicioso, e transformá-lo em um sofrido e perspicaz sobrevivente dos jogos de poder da corte romana, por isso Cláudio, filho de Nero Cláudio Druso, irmão Julio César Germânico, pai de Britânico, um deus ainda em vida para os bretões, divinizado pelo Senado e o povo de Roma imediatamente após sua morte, deve ser incluído não nessa lista, mas no seleto panteão dos maiores, mais brilhantes e eficientes imperadores romanos, entre Otaviano Augusto, Vespasiano e Tito, entre os Cinco Bons Imperadores – Nerva, Trajano, Adriano, Antônio Pio e Marco Aurélio, e Aureliano e Diocleciano, os poucos que permanceceram sãos e geniais ao ter em suas mãos o poder sobre milhões de pessoas, o comando de centenas de poderosas legiões, a vida e o poder de decidi-las, o domínio sobre extensas áreas em três continentes, as poucas luzes de brilhantismo, sofisticação, Humanidade e Razão entre tantos monstros e criaturas aberrantes e grotescas que o seio do poder absoluto engendra…

  26. Klaus do Iate 18 de dezembro de 2012 at 9:30

    Caligula foi o primeiro imperador a deixar claro que o senado e o patriciado era menos que nada, sua especialidade era humilhar gente da elite, isto o tornou popular entra povao de Roma e os provincianos e odiado pela elite romana que ainda tinha força pra conchavos com a Guarda Pretoriana. A Guarda foi sugerida por Augustus e realmente isntituida por Tiberius, um escorpiano e daí o estandarte da unidade de guarda-costas. A Guarda Pretoriana ao inves de proteger o imperador foi responsavel pelo assassinato de muitos deles e possibilitar usurpacoes até ser extinta por Constantinus.

  27. Klaus do Iate 18 de dezembro de 2012 at 9:37

    A maior travessura de Caligula foi bolar uma invasao a Britania para repor o tesouro esvaziado. A invasao nunca aconteceu, mas motivava a elite a “esforços patrioticos”. Caligula ordenou a cosntrucao de uma barca que ficava em terra permanentemente e lá, bonitas filhas, maes , irmas e esposas de senadores escolhidas a dedo deviam se prostituir por poucos dias e a grana angariada destinada ao Cofre Publico para pagar a invasao a Britania. O povao de Roma rolou de rir. Quantas vezes seriam capazes de pegar uma linda mulher da elite por alguns dinares. Caligula até que durou muiito. Alguns acham que ele pirou depois de uma encefalite que ele teve e a doença contagiou e matou a irma favorita. Nas provincias, Botinha realizou coisas boas.

  28. Michel Goulart 18 de dezembro de 2012 at 9:57

    Eu nem sabia que encefalite era contagiosa. É?

  29. Juliana Borém 3 de Março de 2013 at 14:37

    Oi Michel! Mais um ano para mostrar seu mérito aos meus alunos! Meus parabéns, você é show na História!

  30. Michel Goulart 3 de Março de 2013 at 19:11

    Obrigado, Juliana!

  31. isabela 1 de Abril de 2013 at 23:46

    achei muito legal e ainda me ajudou no trabalho de historia na escola.

  32. Tiago Domingos Martins 15 de junho de 2013 at 12:37

    Gostei muito do site cara, grande parte dos imperadores eram muito loucos mesmo .as de todos esses, acho que os mais loucos são: Nero e Calígula.

  33. lucas 7 de outubro de 2013 at 18:40

    Mas Prof Michel nao vamos nos esquecer que parte da autobiografia de Caligula foi feita na visao de um inimigo dele e de outros que nao viveram na sua epoca.Bom algumas dessas atrocidades eu acredito que sejam verdadeiras…porém a historia do cavalo por exemplo nao foi bem assim,ele nao nomeou o seu cavalo como “consul”, na realidade acredita-se que ele teria dito “O meu cavalo é capaz de ser melhor consul do que qualquer um dos ministros”(foi mais ou menos assim a frase) isso quer dizer que uma expressao sarcástica acabou se tornando uma constataçao,uma lenda ou até mesmo uma grande mentira!No momento eu não me recordo da fonte exata de onde tirei esse conceito porém posso fielmente ressaltar na confiança dele, além do mais posso apelar que faz muito mais sentido crer que um deboche tenha se transformado durante os anos(algo que faz parte de todas as culturas) do que acreditar que um imperador realmente iria colocar o seu cavalo em uma posiçao de destaque no governo…Mas quero ressaltar que apesar de discordar da historia do cavalo eu concordo que o Caligula foi louco de pedra ou até mesmo um sádico de carteirinha ou pelo menos com muita boa vontade poderiamos considera-lo como uma pessoa excentrica a niveis extremos da etica humana…

  34. Klaus do Iate 14 de outubro de 2013 at 10:18

    Eu tiraria Adrianus e Claudius I urgentemente desta lista. E colocaria Honorius e Domitianus.
    ‘E verdade que ‘e mais facil fazer filantropia com ilustres desconhecidos que com entes queridos pr’oximos, no dia-a-dia porque aqueles NUNCA vacilaram contigo ou deixaram de entender teu amor. MAS para o povo de um homem publico ,mais vale que ele seja um bom governante e seja uma peste dentro de casa que o contr’ario. E parafraseando Maquiavel que eele fa’ca todo o mal de uma s’o vez e seja na maior parte do tempo um morno dirigente.

  35. MARIA 14 de outubro de 2013 at 15:36

    🙂 NERO DEVIA TER ALGUM PROBLEMA INTESTINAL. PRA LIBERA ISSO DURANTE UM JANTAR

  36. Guilherme 16 de outubro de 2013 at 16:57

    Calígula parece com o Joffrey Lannister kkkk

  37. fagner maia 13 de Janeiro de 2014 at 21:52

    Caligula é muito mais que isso queria invadir a Inglaterra mas esqueceu de convocar seus exércitos, declarou guerra a poseidon atacando uma praia e no final pediu para levar as conchas da praia como prêmio da vitória.

  38. Alexandre 24 de Maio de 2014 at 12:48

    Você confundiu a estátua do Heliogábalo com a do Alexandre Severo.

  39. Maria Suely Silva Oliveira 18 de Março de 2015 at 17:27

    Excelete artigo.

  40. Fernanda 2 de Maio de 2015 at 23:49

    Engraçada a história da esposa de “Cláudio”. Poxa….festinha com 300!!! hahahahah

  41. Matheus 6 de julho de 2015 at 18:46

    Calígula é foda kk

  42. JOSE GERALDO RODRIGUES DE MEDEIROS. 6 de julho de 2015 at 20:06

    UM IMPERIO QUE MASSACRAVA CRISTÃOS E CIDADÃOS, NÃO PODERIA JAMAIS SER DURADOURO.

  43. Alexandre 6 de julho de 2015 at 21:58

    Será que o Caligula era zoofilista?

  44. Edson 31 de agosto de 2016 at 17:45

    Em toda a história da humanidade, homens carnais que ocuparam reinados, agiram como se Deus fossem.Cometeram loucuras, assassinaram, perseguiram, mas também foram gentis, misericordiosos, bondosos, etc…

  45. Viviane Brazao Pereira 30 de dezembro de 2016 at 14:16

    Nero um dos piores imperadores que já existiu entregava os cristãos as bestas feras para morrerem louvado seja o nome do Senhor que os crisãos não negaram seu nom

Leave A Comment