Saiba em qual alternativa chutar no Enem

Home » Vestibulares » Saiba em qual alternativa chutar no Enem

O título acima é, certamente, uma provocação. Em artigo anterior, eu havia dito que tinha elaborado um mapa completinho do Enem, a partir de estátisticas das questões resolvidas desde 1998. Assim, uma das categorias é justamente as alternativas mais assinaladas nas questões de história.

O leitor deve decidir como usar esta informação, se é que podemos atribuir alguma utilidade a ela. Uma das características do novo Enem – pelo menos de acordo com o MEC – é o mecanismo criado para evitar o chute. Já escrevemos sobre isto, e também sobre a Teoria da Resposta ao Item (TRI).

Isto significa que chutar na prova fica sob sua conta e risco. De qualquer forma, o Enem é uma prova objetiva caracterizada pela presença de cinco letras (a, b, c, d, e). Destas cinco, há quatro distratores, ou seja, alternativas incorretas. Cabe ao candidato, através da eliminação das alternativas erradas, chegar à certa.

Conheça as dicas para resolver este tipo de questão no artigo como resolver questões objetivas.

Alternativas

Dito isso, vamos analisar quais as alternativas que os queridos formuladores de questões do Enem elegem como correta. Para perceber as tendências, vamos verificar os dados de 1998 a 2011 e os dados de 2009 a 2011 (a partir do novo Enem). Assim, fica mais fácil de tirar conclusões.

Alternativas do Enem, de 1998 a 2011

Neste primeiro gráfico, considerando todas as provas do Enem, há uma preponderância de questões cujas alternativas E e D estão corretas. Percebemos, também, um equilíbrio entre as letras A e C. À letra B, ficou o papel de patinho feio, com a menor porcentagem do total.

Bom, e se a gente considerar apenas as provas a partir da proposta do novo Enem?

Alternativas do Enem, de 2009 a 2011

Quase a mesma coisa! Predominam as letras E e D como opções de resposta, mas agora com um equilíbrio maior entre as letras A, B e C. Isto significa que, ao menos na parte de história, aumentaram o número de questões, mas se manteve a tendência na hora de assinalar a resposta correta.

Conclusão

Vocês conseguem abstrair alguma conclusão nos gráficos apresentados? Na minha opinião, a conclusão é bem simples e direta: considerando a predominância de alternativas corretas na letra D e E, a tendência é fazer o paciente candidato ler TODAS as alternativas antes de assinalar.

Seria uma boa ideia, não fosse o fato de que o candidato dispõe de pouco tempo para resolver as questões. De qualquer forma, treine muito resolvendo as questões do Enem e fazendo simulados online para chegar com a “mente afiada” na hora da prova.

E, se for chutar, que seja na letra E 🙂

By | 2014-01-26T08:20:31+00:00 5 de outubro de 2012|Categories: Vestibulares|Tags: , |10 Comments

About the Author:

Professor, historiador e blogueiro, já trabalhei em algumas das maiores escolas públicas e particulares de Santa Catarina. Comecei a lecionar em 2001, sempre preocupado com um ensino caracterizado pela criatividade e inserção de novas tecnologias e metodologias variadas em sala de aula.

10 Comments

  1. Luciana 5 de outubro de 2012 at 14:28

    Adorei o post,já estou com o E na cabeça,hehe

  2. Michel Goulart 5 de outubro de 2012 at 16:12

    Hehehe. Quem entendeu… Brincadeiras à parte, tem que ver se a tendência se confirma no Enem 2012.

  3. Sam 5 de outubro de 2012 at 17:02

    Não sei, mas acho que isso pode confundir…
    Imagina na hora da prova vc está em duvida entre a B e a E, aí lembra do post, mesmo achando que a B parece mais correta, marca E por conta da probabilidade. E a correta era a B mesmo..rsrssrs e o tiro sai pela culatra… 😀

    Minha estratégia mesmo está de acordo com as últimas palavras do post: resolver as questões do enem, aqui no site…simulados…resumos…aulas rsrrsrs :}

    fllw 🙂

  4. Michel Goulart 6 de outubro de 2012 at 7:56

    Você pode ter razão. Mas, como especificado o início da postagem, o chute fica sob conta e risco do candidato. De qualquer forma, a postagem não tem a intenção de estimular o chute, mas averiguar que, até agora, a tendência é fazer o candidato ler todas as alternativas até assinalar.

  5. Lala 24 de outubro de 2012 at 11:49

    Também observei a predominância do E em português.. rsrsrs.. O jeito é aprender a ler bem rápido! Ótimo post! Abraço.

  6. Amanda 24 de outubro de 2012 at 20:19

    Em História eu não pretendo chutar, mas em matemática as que eu não tiver A MÍNIMA IDEIA, será a alternativa E, tomara que predomine “E” em matemática também kkkkk

  7. Michel Goulart 24 de outubro de 2012 at 20:35

    Nãooo!!! Esta análise corresponde apenas as questões de história. Não sei se o mesmo padrão ocorre nas questões de matemática.

  8. nilso bedin 9 de novembro de 2012 at 12:23

    gostei da dica , mas temos que ter todo cuidado para não ser surpreendidos.

  9. Michel Goulart 9 de novembro de 2012 at 12:29

    Sem dúvida

  10. Sarah 4 de novembro de 2016 at 16:44

    Assim, eu particularmente sempre achei que era C e D, kkkk. Mas, minha dica a partir de agora é: Começar a ler pela ordem de probabilidade. Então, vou ler a E, depois a D, depois a A, B e a C. E seja o que Deus quiser.

Leave A Comment