Livro: História Comestível da Humanidade

Home » Livros » Livro: História Comestível da Humanidade

No livro Uma História Comestível da Humanidade, Tom Standage revela como os alimentos impulsionaram grandes conquistas e também grandes desastres, como guerras e fomes coletivas. Desde o surgimento da agricultura, há milhares de anos, a comida determinou estruturas sociais e divisões de classe, e chegou mesmo a traçar a forma atual do mapa-múndi.

Capa do livro Uma História Comestível da Humanidade

>> Compre na Livraria Saraiva (R$ 44,90)

O livro foi lançado em 2010 e conta com 276 páginas. Ao ler, você vai conferir

  • O que as batatas têm a ver com a Revolução Industrial? Como o cravo e a canela ajudaram a “descobrir” o Brasil?
  • A obra nos ajuda a pensar temas polêmicos, que vão desde a agricultura orgânica e o uso de transgênicos a uma velha questão que ainda ronda o homem: até quando haverá comida suficiente para alimentar uma população mundial em crescimento?
  • Ao invés de tomar por base reis, datas, conquistas, impérios ou regimes político-econômicos a narrativa da história humana é delineada aqui pela comida: analisada sua influência desde nossos ancestrais da idade da pedra até os dias atuais e vindouros.
  • Temas como o nascimento da agricultura como meio viabilizador das primeiras aglomerações que se tornaram cidades; a importância do alimento nas guerras e em seus desfechos; a engenharia-genética aplicada nas plantações há milênios; o alimento usado como arma; entre outros.
  • Em 1948, os soviéticos queriam forçar os aliados ocidentais a deixarem a capital alemã e começaram a interferir na entrega de comida na cidade. A crise se instalou de vez e os americanos começaram a abastecer os 2 milhões de habitantes pelo ar. O fato influenciou na Guerra Fria.
By | 2014-01-22T09:01:13+00:00 18 de dezembro de 2013|Categories: Livros|Tags: , , , , |2 Comments

About the Author:

Professor, historiador e blogueiro, já trabalhei em algumas das maiores escolas públicas e particulares de Santa Catarina. Comecei a lecionar em 2001, sempre preocupado com um ensino caracterizado pela criatividade e inserção de novas tecnologias e metodologias variadas em sala de aula.

2 Comments

  1. Klaus do iate 19 de dezembro de 2013 at 21:04

    Sim, toda grande civilização foi calcada em alguma fonte de amido, proteína, fibras (para tecidos) e etanol. Geralmente de origem vegetal. A batata, bem menos citada por eurocentrismo que o trigo, realmente mudou a história humana. Foi o produto-chefe da sustentação do império inca. Apesar de nativa da América Andina , ela se deu muito bem em climas frios, e relativamente secos, como das grandes cadeias de montanhas da Europa : Pirineus, Alpes, Apeninos, Peninos, Urais. Da mesma forma que a Europa influiu na batata, a batata influiu na Europa. Ela possibilitou um grande boom populacional europeu e daí as guerras napoleônicas e a conquista da Africa por europeus. A batata possibilitou a vodka. E a sua falta causou grande fome na Irlanda e emigração maciça para EUA.

  2. Michel Goulart 20 de dezembro de 2013 at 6:49

    É o alimento ajudando a moldar a história da humanidade. História é demais!!!

Leave A Comment