10 armas antigas exóticas

Home » Curiosidades » 10 armas antigas exóticas

Este post vai fechar a nossa “trilogia” de armas brancas. É hora de conhecer 10 armas antigas exóticas utilizadas nos mais diferentes locais do planeta, em tempos distintos. Estas armas, se não surpreendem pela função, o fazem pelo formato, às vezes bizarro. Mas nem por isso deixavam de ser letais. Vale lembrar que, atualmente, o termo arma exótica muitas vezes se refere a instrumentos criados para outros fins, mas que cumprem a função de arma, como agulhas, tesouras, clipes, etc. Also you should see

1- Katar

Arma branca Katar

Katar é uma arma de origem indiana. É uma adaga composta de lâminas e um bracelete, para que possa formar uma extensão do braço. Era muito usado pelos mercenários da Antiguidade para executar suas vítimas com muita velocidade, precisão e silêncio. São perfeitas para perfurar armaduras. Eram armas utilizadas para cortar carne e matar bois.

2- Macuahuitl

Arma branca Macuahuitl

Macuahuitl, também conhecida como “espada de madeira”, era uma arma usada pelos astecas e outros povos que habitavam no que atualmente é o México central. Era uma espécie de clava achatada de onde sobressaíam várias lâminas de obsidiana, um tipo de vidro vulcânico muito utilizado para o fabrico de instrumentos cortantes pelos povos pré-colombianos, desconhecedores da tecnologia do bronze.

3- Atlatl

Arma branca Atlatl

Um atlatl é um dispositivo utilizado para aumentar a velocidade inicial de lançamento de um projétil. É constituído geralmente por um bastão de comprimento variável com um gancho em uma das extremidades. O propulsor prolonga o braço humano e multiplica sua força. Era utilizado por diversas culturas do mundo, incluindo povos ameríndios, como os tarairus no Brasil. Na pré-história, também era chamado de propulsor de azagaia.

4- Kylies

Arma branca Kylie

Os kylies, ou bumerangues de caça,  eram usados como arma de arremesso para caçar lagartos, pássaros e outros animais pequenos. Seu uso como uma arma da batalha teve um papel menor. Quando jogados voavam em linha reta e não retornavam ao atirador. O kylie mais velho foi encontrado datado em 20.000 anos e foi feito da presa de marfim de um mamute.

5- Boleadeira

Arma branca boleadeira

Boleadeira é uma espécie de funda lançada nos pés do animal enquanto ele corria, causando-lhe assim a queda e possibilitando ao caçador ir ao local dessa queda e matar o animal. A boleadeira é composta de bolas metálicas ou pedras arredondadas (bolas ou boleadoras em castelhano) amarradas entre si por cordas tendo em cada uma das extremidades uma das bolas, em comparação com o lariat ou riata do cowboy.

6- Zarabatana

Arma branca zarabatana

A zarabatana é uma arma que consiste num tubo originalmente de madeira (caule oco) pelo qual são soprados pequenos dardos, setas ou projéteis. As zarabatanas eram utilizados pelos povos indígenas da América do Sul (Amazônia e Guianas) e Sudeste da Ásia, e por algumas tribos da América do Norte, que as utilizavam para caçar pequenos animais, nomeadamente pássaros, esquilos, macacos e coelhos.

7- Fundíbulo

Arma branca fundíbulo

Um fundíbulo é uma arma de arremesso constituída por uma correia ou corda dobrada, em cujo centro é colocado o objeto que se deseja lançar. Também chamada de atiradeira, catapulta ou estilingue, embora alguns desses nomes possam remeter a tipos de armas de arremesso específicos. Uma das mais antigas e primitivas armas feitas pelo homem, seu uso é registrado entre os primitivos australianos, e diversos povos da Antigüidade, tais como gregos e hebreus.

8- Cestus

Arma branca cestus

O cestus é uma luva de batalha antiga, muito utilizada nas lutas greco-romanas. Era usado como as luvas de boxe modernas, mas eram feitas com tiras de couro e algumas vezes preenchidas com placas de ferro. Em alguns casos, eram usadas com inserção de uma lâmina ou espículas no seu modo mais letal.

9- Tewhatewha

Arma branca tewhatewha

Um tewhatwha era uma arma de contusão utilizada pelos maoris. Ela tem o formato de um machado e, antes utilizada em batalhas, hoje é utilizada em cerimônias religiosas. Era utilizado para defesa e golpes rápidos. O golpe, geralmente, não era dado com a ponta, como em um machado comum, mas com a parte mais fina da arma. Era comum a adição de penas de pombo ou falcão na parte traseira como forma de confundir o oponente.

10- Borduna

Arma branca borduna

Parte importante da cultura bélica indígena, a borduna não era uma ferramenta de uso diário como o arco e flecha, se destinando unicamente para a guerra. A borduna nada mais era do que uma clava – um pau pesado em uma extremidade, que causava danos pelo impacto direto. As formas dessa arma e até os nomes (borduna, manacã, tangapema, ivirapema, tacape, etc), variam de grupo indígena para grupo indígena.

By | 2012-06-19T08:32:53+00:00 7 de junho de 2012|Categories: Curiosidades|Tags: , , |20 Comments

About the Author:

Professor, historiador e blogueiro, já trabalhei em algumas das maiores escolas públicas e particulares de Santa Catarina. Comecei a lecionar em 2001, sempre preocupado com um ensino caracterizado pela criatividade e inserção de novas tecnologias e metodologias variadas em sala de aula.

20 Comments

  1. Klaus provenzano 13 de junho de 2012 at 10:56

    Fantastico fecho para a trilogia! Muito bom, Michel. Gsotaria apenas de falar um pouquinho da macuahuitl que os espanhois chamvam de macana ou espada de obsidiana que é uma rocha cristalina com gume muito cortante. A obsidiana era usada para cortar até ossos em guerra, sacrificio ou neurocirurgias com ambição terapeutica mesmo! É incrivel notar como a maioria dos mesoamericanos se viraram bem sem metais nas armas! Os astecas enfrentavam bem os tarascos de Michoacan que tinham armas de cobre e bronze. Os metais eram conhecidos entre mesoamericanos e andinos, mas eles os reservavam para joias e outros objetos ornamentais e alguns utilitarios , mas nao em armas!

  2. Klaus provenzano 13 de junho de 2012 at 10:57

    Na sessão armas de improviso, estão os sapatos de salto alto, veja o que uma lutadora de kravmaga pode fazer com eles.

  3. Klaus provenzano 13 de junho de 2012 at 11:01

    O atlatl tem nome asteca, mas é muito antigo. Data do paleolítico e acompanhou os humanos em sua planetização. Por isso ele é tão encontrado varando seculos e continentes. Antes dainvenção do arcoe flecha no mesolitico ele era o principal responsavel por humanos sairem vivos da caça a megafauna. Ele é a mais antiga das 3 armas revolucionarias dos humanos, os outros são o arco e a metralhadora.

  4. Michel Goulart 13 de junho de 2012 at 11:15

    Aliás, o salto alto é um chute no s… para pessoas que, como eu, têm baixa estatura. Hehe

  5. Daniel Barbosa 14 de junho de 2012 at 1:37

    Gostei muito do post, em especial sobre os Katar não imaginava que a arma realmente existia, passei minha infância vendo ela no jogo ragnarok, bem legal.

  6. Michel Goulart 14 de junho de 2012 at 8:33

    E de certa forma, a hidden blade de Assassin’s Creed tem um paralelo aí.

  7. Thiago Monteiro 14 de junho de 2012 at 13:34

    Ótimo post, apesar de que eu já conhecia todas essas armas. xD

  8. Anônimo 14 de junho de 2012 at 13:45

    A Katar é a arma da Assassina do Diablo 2.
    Nunca tinha parado pra procurar a de verdade, muito legal

  9. kilmenos 14 de junho de 2012 at 13:46

    fail…das 10 eu conheço 6.
    pensei que eram armas exoticas, que nada.

  10. Michel Goulart 14 de junho de 2012 at 15:51

    Só pq vc conhece, deixa de ser exótica?

  11. Luizinho 14 de junho de 2012 at 20:07

    Mãe, eu quero uma Katar T-T Muito bom o post c:

  12. angelo 26 de junho de 2012 at 15:41

    legau maisnão ten nada ave

  13. jorge caravana 8 de Março de 2013 at 16:55

    O Katar (post-1) nunca foi “usado para cortar carne e matar bois”. O Katar é uma arma de “estoque” usada como prolongamento do antebraço, sendo alguns com a ponta reforçada em “forma de diamante” para perfurar as cotas de malha.

  14. Bruno Silva 6 de Janeiro de 2014 at 2:08

    Alguém sabe o nome da arma que são braceletes ligados por correntes? Tipo uma extensão do braço quando jogado pra frente… Vi no filme Ong Bak 2 e kung fusão ( utilizado pelo alfaiate)

  15. Paulo Guarnieri 12 de Abril de 2014 at 12:15

    Arma exóticas são as chinesas, e não tem nenhuma no post. Borduna é só um porrete. Porrete é exótico? Boleadeira? A…

  16. Joaovitor 29 de Abril de 2014 at 10:43

    Katar, arma legitima valeuma graninha

  17. Zé Gouveia 5 de Maio de 2014 at 17:37

    Onde está a funda?

  18. Juliano 22 de dezembro de 2014 at 22:02

    Muito bom esse site e excelente matéria essa sua. Gostaria de saber mais sobre armas indígenas.

  19. Hermingway 26 de agosto de 2015 at 15:14

    Pessoal muito acostumado com Hollywood, menosprezando a cultura indígena, provavelmente são crianças. Muito bacana o Post, parabens. Poderia mencionar na zarabatana, que ela nao abatia a presa, e sim as paralisava por meio de venenos, exceto pequenos passaros, que entao teria poder para abater sim. Muito bom

  20. Crypto 31 de Maio de 2017 at 22:42

    Por que o Norman Freeman está segurando uma Tewhatewha?…

Leave A Comment